Correio do Povo | Notícias | Bienal do Mercosul é adiada para o final de outubro

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Julho de 2019

  • 04/09/2015
  • 10:52
  • Atualização: 11:03

Bienal do Mercosul é adiada para o final de outubro

Alteração ocorreu devido a questões logísticas

Obras oriundas de países como México e Bolívia corriam o risco de ficar fora da exposição | Foto: Divulgação / CP

Obras oriundas de países como México e Bolívia corriam o risco de ficar fora da exposição | Foto: Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A logística de importação das obras de arte provocou o adiamento da 10ª Bienal do Mercosul, que anteriormente estava agendada para começar dia 8 de outubro, em Porto Alegre. Agora, a nova data divulgada pela organização compreende de 23 de outubro a 6 de dezembro, quando a Capital receberá as obras e instalações de 402 artistas.

De acordo com o curador-chefe Gaudêncio Fidelis, há dificuldade em relação ao transporte de obras de países que possuem pouca oferta de rotas aéreas e de aeronaves de transporte, envolvendo um trânsito complexo que incide diretamente sobre o tempo em que as obras chegariam a Porto Alegre.

Além disso, há alguns com mais dificuldades de movimentação de patrimônio como o México, Bolívia, Equador e Guatemala. “Optamos pela alteração por uma questão de necessidade e coerência, pois caso mantivéssemos a primeira data teríamos que abrir mão de obras de grande significado artístico, cultural e histórico para a proposta da 10ª Bienal do Mercosul”, justificou.

O período expositivo desta edição, intitulada "Mensagens de Uma Nova América", não sofreu redução e seguirá com 45 dias.