Porto Alegre

28ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 18 de Fevereiro de 2018

  • 02/02/2018
  • 20:10
  • Atualização: 20:16

Depois de suspender Harvey Weinstein, Bafta decide expulsar produtor

Academia eliminou formalmente o nome do acusado de assédio sexual do quadro de associados

Depois de suspender Harvey Weinstein, Bafta decide expulsar produtor  | Foto: Yann Coatsaliou / AFP / CP

Depois de suspender Harvey Weinstein, Bafta decide expulsar produtor | Foto: Yann Coatsaliou / AFP / CP

  • Comentários
  • AE

A Academia Britânica de Artes Cinematográficas e Televisivas (Bafta) anunciou nesta sexta-feira, que cassou o título de Harvey Weinstein, após a avalanche de denúncias de assédio sexual contra o produtor.

"Depois da suspensão de Harvey Weinstein da Bafta em outubro de 2017, a Academia o elimina formalmente de seu quadro de associados, em caráter imediato", afirma uma declaração oficial emitida nesta sexta-feira. "A cassação é o resultado de um processo com base na constituição da BAFTA."

• Oscar adota código de conduta após expulsão de Harvey Weinstein

A Polícia britânica ainda investiga as várias acusações contra Weinstein. Algumas, inclusive, são de 20 anos atrás. 

As supostas agressões sexuais teriam acontecido entre o começo dos anos 1980 e 2015, informou a Scotland Yard em um comunicado no qual não identifica o homem investigado no contexto da "operação Kaguyak". Vários veículos de notícias britânicos, incluindo a PA, afirmaram que as denúncias seriam contra o produtor americano. A polícia britânica tomou conhecimento de onze agressões sexuais: nove em Londres e duas fora da jurisdição britânica.