Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 22 de Abril de 2018

  • 12/01/2018
  • 14:35
  • Atualização: 15:41

Fundação Iberê Camargo sedia ensaio aberto do bloco Maria do Bairro

Programação do final de semana também conta com exibição de documentário sobre Torquato Neto

Samba-enredo do Bloco neste ano homenageia Jerônimo Jardim, à esquerda na foto | Foto: Maria do Bairro / Divulgação / CP

Samba-enredo do Bloco neste ano homenageia Jerônimo Jardim, à esquerda na foto | Foto: Maria do Bairro / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O final de semana chega em ritmo de carnaval na Fundação Iberê Camargo (Avenida Padre Cacique, 2000), em Porto Alegre, com o primeiro ensaio aberto do Bloco Maria do Bairro. No evento, que ocorre a partir das 17h de domingo, será apresentado o samba-enredo de 2018 do tradicional bloco: "Um Jardim de Purpurina", que homenageia o compositor Jerônimo Jardim.

Com autoria de Zeca Brito, Sapiran Brito e Wandi do Cavaco, o samba lembra poemas e letras de músicas importantes na carreira de Jardim, como "Purpurina" (grande vencedora do Festival da Canção MPB-Shell 81 da Rede Globo) e "Astro Aragano" (canção vencedora da Califórnia da Canção Nativa, em 1985). O comporistor já foi gravado por intérpretes como Elis Regina e sempre se fez presente na trajetória do Bloco Maria do Bairro, como folião e amigo.

O bloco mobiliza um número maior de foliões a cada ano e, em 2018, fará sua festa no dia 3 de fevereito, das 17h às 22h, na Rua Sofia Veloso, na Cidade Baixa. Além da já tradicional Banda do Bloco em cima do trio elétrico (formada por 16 integrantes que tocam clássicos do samba e marchinhas de carnaval), há convidados especiais na programação: a bateria mirim Areal da Baronesa do Futuro (uma escola de samba com aproximadamente 70 crianças), cantoras, cantores e carnavalescos.

Além do ensaio aberto do Maria do Bairo, a Fundação Iberê Carmargo realiza no domingo, às 16h, a primeira exibição na Capital do documentário "Torquato Neto – Todas as Horas do Fim", que entrará no circuito comercial neste ano. O filme é dirigido por Marcus Fernando e Eduardo Ades, que comentará a sessão de domingo.

Ao longo do final de semana, das 15h às 20h, o público também poderá interagir e curtir a obra "Chuvaverão", do coletivo carioca OPAVIVARÁ, que consiste na instalação de quatro chuveirões ao ar livre que podem ser utilizados pelos visitantes. Também será possível conferir as exposições "Sombras no Sol" e "Vivemos na melhor cidade da América do Sul".

"Sombras no Sol" traz 41 peças do acervo – entre pinturas, desenhos, gravuras e documentos – de Iberê Camargo que retratam sua visão sobre a “Cidade Maravilhosa”, onde morou por 40 anos. A mostra tem curadoria de Eduardo Haesbaert e Gustavo Possamai e exibe também um conjunto de documentos que registram a censura a uma de suas obras durante o V Salão Nacional de Arte Moderna, em 1956, no Rio de Janeiro.

Já "Vivemos na Melhor Cidade da América" analisa a paisagem estética e política do Rio de Janeiro, contempla pinturas, esculturas, fotografias, instalações, vídeos e performances de artistas brasileiros e destaca um trecho da canção "Baby", de Caetano Veloso, para investigar noções contraditórias de tropicalidade, identidade nacional, corpo e violência.