Correio do Povo | Notícias | Obra com dois papagaios pode ser retirada da Bienal do Mercosul

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Junho de 2019

  • 04/11/2015
  • 08:35
  • Atualização: 09:02

Obra com dois papagaios pode ser retirada da Bienal do Mercosul

Lei municipal proíbe exibição de animais silvestres ou exóticos em apresentações artísticas

  • Comentários
  • Correio do Povo

Dois papagaios que compõem uma obra da 10ª Bienal do Mercosul, na Usina do Gasômetro, podem ser retirados da exposição. A medida poderá ser adotada por conta da lei complementar municipal 694/12, que em um dos seus artigos proíbe a exibição de animais silvestres ou exóticos em apresentações artísticas de diversões públicas. O Departamento Jurídico da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) estudará a lei para determinar qual medida deverá ser adotada neste caso.

A polêmica ganhou força a partir do envolvimento da vereadora Lourdes Sprenger (PMDB). Segundo ela, protetoras de animais e ambientalistas solicitaram sua presença no local. “Encontrei as aves engaioladas junto a uma grande movimentação de pessoas e com música em alto volume.” Ela ingressou com medida cautelar no Foro Central da Capital na segunda-feira pedindo a retirada dos animais.

Por sua vez, a Bienal garante que obteve autorização para expor os papagaios. “Os requisitos impostos pelo Ibama foram todos cumpridos”, informou o chefe do Centro de Triagem de Animais Silvestres da instituição, Paulo Carniel. Segundo ele, entre os requisitos estão o histórico da obra, a origem dos animais, a presença de uma médica veterinária e de monitores que cuidem de alimentação, limpeza e comportamento deles. “É uma obra de 50 anos, que já rodou o Brasil e o mundo. Além disso, os animais nasceram em cativeiro e estão sendo analisados diariamente”, argumentou.


TAGS » Variedades, PMDB, Smam, Bienal