Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

  • 06/11/2017
  • 08:22
  • Atualização: 09:17

Fronteiras do Pensamento traz economista e analisa papel da mulher no mercado

Historiadora norte-americana Deirdre é convidada no Salão de Atos da Ufrgs

Deirdre McCloskey é penúltima palestrante do evento em Porto Alegre  | Foto: Youtube / Reprodução / CP

Deirdre McCloskey é penúltima palestrante do evento em Porto Alegre | Foto: Youtube / Reprodução / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A economista e historiadora americana Deirdre McCloskey é a convidada do Fronteiras do Pensamento nesta segunda-feira, às 19h45min, no Salão de Atos da Ufrgs (Paulo Gama, 110), o que coincide com o lançamento de seu livro “Os Pecados Secretos da Economia” (Editora Ubu) no Brasil. Ela substitui Alain Finkielkraut, que cancelou sua participação por motivo de saúde.

O diferencial do livro em relação a outros de economia está nos exemplos corriqueiros nos quais o leitor muitas vezes se enxerga, sendo levado a diferentes sensações enquanto reflete sobre a economia global. A partir dessa identificação com as situações retratadas, é possível compreender com naturalidade o grande apanhado de teorias e correntes de pensamento condensadas pela autora. A economista apresenta questionamentos sobre os estudos econômicos clássicos das últimas décadas e defende que as pesquisas não produziram o que define como “investigação inteligente”.

Como muitos acadêmicos, Deirdre também analisa o papel da mulher na economia de mercado. Defende que o capitalismo ajuda o sexo feminino a minimizar as diferenças com os homens. “A economia de mercado é amiga das mulheres, sejam elas ricas ou pobres, porque deu a elas mais independência, tirando-as das vilas rurais e do patriarcado”, enfatiza ao acrescentar que a única forma de uma mulher conseguir alguma independência é por meio de um contracheque. Deirdre assumiu sua identidade como mulher em 1995, depois de um processo de transição, envolvendo cirurgias, relatado no livro “Crossing: a Memoir”, com momentos positivos e de dificuldades.