Porto Alegre

26ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

  • 12/11/2017
  • 12:11
  • Atualização: 12:27

George Takei e Richard Dreyfuss são acusados de assédio sexual

Atores negaram os crimes

George Takei e  Richard Dreyfuss  | Foto: DSK / AFP / CP

George Takei e Richard Dreyfuss | Foto: DSK / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

George Takei, um dos protagonistas da saga "Star Trek", o ator Richard Dreyfuss e o produtor Gary Goddars negaram, no sábado, terem tido conduta sexual inadequada, após serem acusados publicamente.

Takei, de 80 anos, foi apontado pelo ex-modelo e ator Scott Brunton de tê-lo tocado, quando estava embriagado e inconsciente, depois de beber na casa da estrela. Com pouco mais de 40 anos na época do suposto incidente, o protagonista de "Star Trek" negou a acusação em posts no Twitter e no Facebook. "Simplesmente não aconteceu", afirmou, dizendo não se lembrar de Brunton, então com 23 anos.

• Ellen Page revela ter sofrido assédio nas gravações de X-Men

"É um cenário de 'eu disse/ele disse' sobre supostos acontecimentos de há quase 40 anos", escreveu Takei. "Mas os que me conhecem sabem que os atos não consensuais são tão antitéticos para os meus valores e práticas que a simples ideia de que alguém me acuse disso é muito dolorosa", completou.

Na sexta-feira, Dreyfuss, de 70 anos, foi acusado de assédio pela escritora Jessica Teich, de 58 anos. Jessica alegou que a estrela de "Tubarão" a assediou por dois, ou três anos, em meados dos anos 1980, enquanto ela trabalhava em um programa que ele produzia. Uma vez, relatou, ele se exibiu para ela. "Criou um ambiente de trabalho muito hostil, onde me senti sexualizada, objetivada e insegura", desabafou na entrevista à revista Vulture.

• Escândalos sexuais derrubam projetos em Hollywood

Em um comunicado, Dreyfuss - cujo filho Harry acusou na semana passada o ator Kevin Spacey de tê-lo tocado em 2008 - também negou as acusações. Admitiu, porém, ter "cortejado" mulheres, incluindo Jessica, e que "a forma como os homens se comportaram com as mulheres durante eras não está ok". "Flertei com ela e lembro que tentei beijá-la como parte do que pensei que fosse um ritual de sedução consensual que se prolongou durante muitos anos", relatou. "Estou horrorizado e desconcertado, ao descobrir que não foi consensual. Não entendi assim. Me faz reconsiderar cada relação que alguma vez pensei que fosse lúdica e mútua", afirmou.

O produtor Gary Goddard, de 63, também enfrentou acusações de má conduta sexual contra um menor da série "ER" e o ator de "Top Gun" Anthony Edwards. Edwards, de 55, publicou em um blog na sexta-feira que foi abusado sexualmente por Goddard - seu mentor e representante no início da carreira - durante "anos". Ele o conheceu aos 12 anos.

"Gary está abatido com as falsas acusações", disse um porta-voz do produtor, acrescentando que ele nega a acusação "inequivocamente".