Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

  • 21/11/2017
  • 13:54
  • Atualização: 13:57

Criador do mangá "Samurai X" é acusado de posse de pornografia infantil

Polícia descobriu DVDs com imagens de meninas de menos de 15 anos nuas no escritório de Nobuhiro Watsku em Tóquio

Mangá

Mangá "Rorouni Kenshin" é conhecido no Brasil como "Samurai X" | Foto: Divulgação / CP

  • Comentários
  • AE

Nobuhiro Watsku, criador do mangá "Rorouni Kenshin", conhecido no Brasil como "Samurai X", foi acusado de posse de pornografia infantil no Japão. De acordo com o site Yomiuri Shimbun, a polícia descobriu vários DVDs que mostravam imagens de meninas de menos de 15 anos nuas, no escritório de Watsuki em Tóquio. Conteúdo parecido também foi encontrado na sua casa.

O jornal acrescenta que durante outro caso de pornografia infantil as suspeitas de que o artista tinha comprado material ilegal já tinham aparecido. Lançado em 1994, "Samurai X" já vendeu mais de 70 milhões de cópias e foi inspiração de um anime e de vários filmes com atores.