Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

  • 28/11/2017
  • 08:25
  • Atualização: 17:36

Harvey Weinstein é alvo de novo processo por ataque sexual

Produtor teria coagido atriz ao ofertar papel em filme

Harvey Weinstein é alvo de novo processo por ataque sexual | Foto: Yann Coatsaliou / AFP / CP

Harvey Weinstein é alvo de novo processo por ataque sexual | Foto: Yann Coatsaliou / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O produtor de cinema Harvey Weinstein é objeto de um novo processo, apresentado em Nova York por Kadian Noble, que também acusa seu irmão e a empresa de ambos de negligência por "facilitar" o comportamento daquele que já foi um dos homens mais poderosos de Hollywood. Harvey Weinstein "atraiu e recrutou a aspirante a atriz Kadian Noble com a promessa de um papel, consciente de que usaria a força, a fraude ou a coerção para ter uma relação sexual com ela em seu quarto de hotel", afirma a demanda desta cidadã britânica.

Bob Weinstein e a Weinstein Company são acusados de negligência e por terem "conhecimento e facilitado o comportamento" de Harvey Weinstein. Weinstein, que foi forçado na segunda-feira a renunciar ao sindicado dos produtores de Hollywood, afirma que todas as relações foram consensuais. De acordo com a demanda, em fevereiro de 2014 Harvey Weinstein convidou Kadian a seu quarto em um hotel de Cannes para exibir um vídeo, mas uma vez no local ele forçou a atriz a masturbá-lo, entre outras acusações. Noble afirma que sofreu "lesões severas e angústia emocional".

Desde outubro, mais de 100 mulheres acusaram Harvey Weinstein de assédio, agressão sexual ou estupros durante os últimos 40 anos. De acordo com a revista Variety, outra ação foi apresentada em Londres na segunda-feira com denúncias de "agressões reiteradas nos anos 2000".  O produtor é objeto de investigações policiais em Londres, Nova York e Los Angeles sobre as múltiplas acusações.