Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Março de 2017

  • 18/11/2016
  • 15:25
  • Atualização: 16:23

Bob Dylan deve receber seu Nobel de Literatura em Estocolmo em 2017

Academia Sueca disse que não vai realizar cerimônia alternativa para entregar prêmio ao músico

Secretária permanente da instituição disse que músico deve fazer show no país no próximo ano | Foto: Kevin Winter / AFP / CP

Secretária permanente da instituição disse que músico deve fazer show no país no próximo ano | Foto: Kevin Winter / AFP / CP

  • Comentários
  • Agência Brasil e Correio do Povo

A Academia Sueca anunciou nesta sexta-feira, por meio de uma nota divulgada em seu site, que decidiu não organizar uma cerimônia alternativa para entregar o prêmio Nobel de Literatura ao músico Bob Dylan que, na quarta, anunciou que não vai comparacer ao evento oficial do dia 10 de dezembro por ter "outros compromissos" já assumidos para a data. Entretanto, a secretária permanente da entidade, Sara Danius, informou em entrevista à rádio pública de seu país que o artista fará um show na capital Estocolmo em 2017 e que essa será "uma ótima ocasião" para render-lhe a homenagem. 

Sara ainda disse que as regras para entregar a honraria são bastantes flexives, mas é determinado que o vencedor da honraria faça um discurso de aceitação. "Ele poderá fazer o seu por meio de uma carta escrita, uma fala espontânea, um filme, ou qualquer outra forma que ele escolha", comentou. Em 2004, a austríaca vencedora do Nobel, Elfriede Jelinek, ficou em casa por causa de uma fobia social. Sua preleção foi gravada e exibida posteriormente.

Segundo as regras da premiação, Dylan tem seis meses para receber o prêmio publicamente. Desde que foi anunciado como vencedor, no dia 13 de outubro, o músico não se mostrou muito à vontade com o Nobel. Ele não foi localizado pela Academia Sueca por telefone, para receber a comunicação formal, e só reconheceu a vitória em um telefonema no dia

28 daquele mês: "As notícias sobre o Nobel me deixaram sem palavras. Estou muito honrado", falou Dylan para Sara Danius.