Correio do Povo | Notícias | "A Modernidade Impressa" é grande vencedor do Prêmio Açorianos de Literatura

Porto Alegre

28ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

  • 29/11/2016
  • 14:44
  • Atualização: 14:58

"A Modernidade Impressa" é grande vencedor do Prêmio Açorianos de Literatura

Livro de Paula Ramos conquistou troféu "Livro do Ano" e a categoria "Especial"

Obra aborda a história da Livraria Globo a partir da sua produção gráfica | Foto: UFRGS Editora / Reprodução / CP

Obra aborda a história da Livraria Globo a partir da sua produção gráfica | Foto: UFRGS Editora / Reprodução / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A Coordenação do Livro e da Literatura anunciou os vencedores da 23ª edição do Prêmio Açorianos de Literatura Adulta e Infantil. "A Modernidade Impressa", de Paula Ramos, conquistou o troféu Livro do Ano e a categoria Especial, tornando-se o grande vencedor da tradicional Noite de Literatura, realizada nesta segunda no Teatro Renascença, em Porto Alegre.

"A Modernidade Impressa - Artistas ilustradoras da Livraria Globo - Porto Alegre" aborda a história da Livraria Globo a partir da sua produção gráfica, enfatizando os artistas ilustradores que trabalharam na legendária Seção de Desenho da empresa, na primeira metade do século XX, sob a gerência do designer alemão Ernst Zeuner. Entre eles, alguns dos principais nomes do cenário artístico local: Sotero Cosme (1905–1978), João Fahrion (1898–1970), Edgar Koetz (1914–1969), Nelson Boeira Faedrich (1912–1994), João Faria Viana (1905–1975), João Mottini (1923–1990) e Vitório Gheno (1923). Esses artistas criavam capas, ilustrações, vinhetas, identidades visuais, num trânsito entre artes visuais, artes gráficas e design.

Os vencedores em cada categoria receberam o Troféu Açorianos, criado pelo artista plástico Xico Stockinger. Além disso, os prêmios das categorias Livro do Ano e do Prêmio de Criação Literária contemplam também o valor de dez mil reais cada.

Confira a lista de vencedores:

Capa

"Carne Nua", de Mônica Montanari, Capa de Ernani Millan Carraro (Belas Letras)

Projeto Gráfico

"A menina e o monstro e algumas pedras no caminho", de Martina Schreiner, projeto gráfico e edição da autora

Destaques Literários

"Literatura RS" (página do Facebook)

Oficina de Crônicas Santa Sede

Ensaio de Literatura e Humanidades

"Nós cultuamos todas as doçuras", de Marília Floôr Kosby (Escola de Poesia)

Infantil

"Então quem é?", de Christina Dias, Ilustrações de Rafael Antón (FTD)

Infantojuvenil

"Precisava de você", de Pedro Guerra (Belas Letras)

Poema

"E se alguém o pano", de Eliane Marques (Escola de Poesia)

Crônica

"Partes Íntimas", de Claudia Tajes (Arquipélago Editorial)

Conto

"Amora", de Natalia Borges Polesso (Não Editora)

Narrativa Longa

"O ano em que vivi de literatura", de Paulo Scott (Foz)

Especial

"A modernidade impressa", de Paula Ramos (UFRGS Editora)

Livro do Ano

"A modernidade impressa", de Paula Ramos (UFRGS Editora)

Prêmio Açorianos de Criação Literária 2016 – Narrativa Longa

"O Tríptico de Elisa", de Arthur Beltrão Telló