Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

  • 05/12/2017
  • 14:59
  • Atualização: 15:02

Orquestra Villa-Lobos apresenta "Faz Escuro, Mas Eu Canto" em Porto Alegre

Espetáculo reúne 70 jovens instrumentistas e convidados especiais

Orquestra Villa-Lobos apresenta

Orquestra Villa-Lobos apresenta "Faz Escuro, Mas Eu Canto" em Porto Alegre | Foto: Ivo Gonçalves / PMPA / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Nesta quarta-feira, a Orquestra Villa-Lobos promove um espetáculo inspirado na obra do poeta Thiago de Mello, que aborda questões como a proteção da natureza em sua obra. "Faz Escuro, Mas Eu Canto" terá uma sessão para escolas inscritas, às 15h, e outra aberta ao público, que ocorre a partir das 20h, no Auditório Araújo Vianna (Osvaldo Aranha, 685), em Porto Alegre. A segunda apresentação tem entrada gratuita e retirada de senhas na Banca da República (Rua da República, 21) ou na bilheteria do Araújo Vianna.

Com regência de Cecília Rheingantz Silveira, o espetáculo reunirá 70 jovens instrumentistas e convidados especiais como os cantores Annadi, Beto Chedid, Eduardo Alves e Stephanie Soeiro. No repertório, obras como "Adios Nonino" (Piazzolla), "O Sal da Terra" (Beto Guedes), "Nascente" (Flávio Venturini/Murilo Antunes), "Um Girassol da Cor de seu Cabelo" (Márcio e Lô Borges), "Live and Let Die" (Paul McCartney), "Feito um Picolé no Sol" (Nico Nicolaiewski), "Chovendo na Roseira" (Tom Jobim), "O Sol Nascerá" (Cartola) e "Vai Passar" (Chico Buarque).

A Orquestra Villa-Lobos já realizou mais de 1,2 mil concertos pelo país, além da Argentina e Uruguai. Em parceria com o Centro de Promoção da Criança e do Adolescente São Francisco de Assis, a iniciativa presta mais de 800 atendimentos gratuitos de educação musical em sete locais da Lomba do Pinheiro. A Escola Municipal de Ensino Fundamental Heitor Villa-Lobos é a sede do programa, que é mantido pela Secretaria Municipal de Educação, realizadora do espetáculo junto com o Centro São Francisco de Assis e apoio da Secretaria de Cultura de Porto Alegre, Instituto Zen Maitreya e Cintia Turismo.