Porto Alegre

13ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 27 de Abril de 2017

  • 08/03/2017
  • 15:36
  • Atualização: 15:40

Chance The Rapper doa um milhão de dólares para a rede de ensino público de Chicago

Dez escolas vão receber subsídio para incentivar a produção artística

Músico ganhou o Grammy de Artista Revelação em 2017 | Foto: Thimoty Hiatt / Getty Images North America / AFP / CP

Músico ganhou o Grammy de Artista Revelação em 2017 | Foto: Thimoty Hiatt / Getty Images North America / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Chance The Rapper, a mais nova estrela no Rap norte-americano, vencedor do Grammy de artista revelação e de melhor álbum do estilo em 2017, doou um milhão de dólares às escolas públicas de Chicago, alimentando um debate de longa data sobre o sistema de educação da cidade e como é financiado. Na segunda-feira, o artista, um nativo do local, disse que a soma visa apoiar as artes. Em uma coletiva de imprensa na Westcott Elementary School, a apenas alguns metros de onde cresceu, ele chamou a doação de "apelo à ação". O dinheiro será dividido entre dez escolas elementares e secundárias.

"Estou honrado em fazer essa doação para a Chicago Public Schools Foundation e ajudar a cultivar as mentes criativas daqui", disse ele, acrescentando: "Estou empenhado em ajudar as crianças de Chicago a terem experiências de aprendizagem de qualidade que incluem as artes. A doação vem em um momento em que o município está lutando com uma crise sobre o financiamento de suas instituições de ensino básico. O rapper, que foi educado nas escolas públicas da localidade, tinha sido um defensor vocal para a fixação das questões orçamentárias enfrentando o sistema escolar, que é o terceiro maior da nação, servindo mais de 400 mil alunos. Ele está enfrentando um déficit orçamentário que poderia trazer um fim precoce para o ano letivo.

Chance reuniu-se na última sexta-feira com Bruce Rauner, governador de Illinois, para discutir a questão. Aos 23 anos, ele revelou sua decepção em relação ao republicano . “Enquanto eu estou decepcionado com o governardor , isso não me impedirá de fazer tudo o que eu puder para apoiar o recurso mais valioso de Chicago: os seus filhos”, disse. Depois disso, o músico disse que achou as respostas do mandatário às suas perguntas "vagas", e pediu aos meios de comunicação que explorassem como o sistema escolar de Chicago chegou ao seu estado atual. Poucas horas antes do anúncio do rapper, Rauner divulgou um memorando propondo dois planos que poderiam ajudar a garantir 215 milhões de dólares em financiamento para o sistema.

Na segunda-feira, a doação recebeu elogios da ex-primeira-dama Michelle Obama, também uma nativa de Chicago, que no Twitter o chamou de "exemplo do poder da educação artística". Uma porta-voz do governador, Eleni Demertzis, disse em uma declaração que a filantropia não resolverá a crise de financiamento das escolas. "Enquanto os Rauners são doadores apaixonados para nossas escolas, contribuições individuais nunca serão suficientes para enfrentar os desafios financeiros enfrentados pela admnistração", disse Demertzis.

Monique Dockery, diretora da Westcott Elementary, uma das 10 escolas que serão contempladas na ação do músico, disse em entrevista ao jornal The New York Timrd que ficou chocada ao saber a notícia."Um novo mundo acaba de se abrir para Westcott e seus alunos", comentou. "Nós nos concentramos muito na leitura e matemática e os assuntos centrais, e ainda temos alguns alunos muito talentosos que podem ir além disso."

A doação do rapper, cujo nome real é Chancelor Johnathan Bennett, é financiada através de uma parcela de receitas da venda de ingressos de sua próxima turnê. Chance incentivou outros a se juntarem a esforços de angariação de fundos através do SocialWorks, uma organização que ele ajudou a criar, voltada para a capacitação de jovens. Para cada  cem mil dólares levantados, a organização concederá uns dez mil adicionais a uma escola específica. Os esforços de angariação de fundos são a continuação do compromisso filantrópico e cívico do rapper em sua cidade natal. Durante a eleição presidencial, ele organizou um ponto de registro de voltação e fez um show em parque em novembro para os eleitores.


TAGS » Música, Variedades, Rap