Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018

  • 05/02/2018
  • 16:07
  • Atualização: 17:13

Guitarrista John Pizzarelli se apresenta em Porto Alegre em março

Em show no dia 8, músico homenageia parceria entre Frank Sinatra e Tom Jobim

Turnê faz parte da divulgação do disco

Turnê faz parte da divulgação do disco "Sinatra & Jobim @50" | Foto: Jacob Blickenstaff / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Depois de um ano longe dos palcos, o guitarrista norte-americano John Pizzarelli retoma sua agenda de shows em grande estilo, com a turnê de divulgação de seu mais recente álbum, "Sinatra & Jobim @50", que traz uma homanegem aos músicos que inspiraram sua carreira. Conhecido pela técnica e carisma, o artista desembarca em Porto Alegre no dia 8 de março, às 21h. Ele mostrará ao público gaúcho o novo trabalho com uma apresentação no centro de eventos do Barra Shopping Sul (Diário de Notícias, 300).

A performance, que terá mesas e contará com serviço de bar, tem ingressos com valores a R$ 230 (plateia), R$ 230 (cadeira individual) e R$ 960 (mesa para quatro pessoas). As entradas podem ser adquiridas pelo site.

Sinatra e Jobim juntaram forças em 1967 para apresentar o lado mais suave e provocante do americano na esteira de “That’s Life” e “Strangers in the Night”. Com o novo disco, Pizzarelli presta uma homenagem a essas gravações originais e outras músicas que Sinatra e Jobim gravaram na sessão de 1969.

"Jobim foi uma grande influência para mim nos anos 80, o que eu escutava e o que eu estava absorvendo daquilo. Muito do que eu fiz neste disco, os medleys e os arranjos para as canções novas, vieram do que eles fizeram naquele álbum e a influência que eles tiveram sobre a minha música", explica o artista.Também não faltarão sucessos como "With A Song In My Heart", "Happy Tale" e "Silly Love Songs". Um dos destaques da performace, que celebra também os 60 anos da Bossa Nova, é a presença de Daniel Jobim, neto de Tom e amigo de longa data de Pizzarelli. Ele participou do disco cantando em dueto os clássicos "Água de Beber", "Bonita", "Dindi" e o medley "Meditação/Corcovado".