Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

  • 27/03/2017
  • 14:59
  • Atualização: 15:27

Barry Jenkins vai produzir minissérie baseada em best-seller sobre escravidão

Diretor de "Moonlight" vai adaptar "The Underground Railroad" para a Amazon

Ele venceu o Globo de Ouro de melhor filme dramático e o Oscar de melhor filme por

Ele venceu o Globo de Ouro de melhor filme dramático e o Oscar de melhor filme por "Moonlight" | Foto: Robyn Beck / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Se até a realização de "Moonlight: Sob a luz do luar" o diretor Barry Jenkins era apenas mais um dos inúmeros diretores de Hollywood, vencer o Oscar de melhor filme em 2017 atraiu os holofotes para ao cineasta. O norte-americano de 38 anos vai escrever e dirigir uma minissérie limitada baseada no best-seller "The Underground Railroad", de Colson Whitehead. De acordo com a versão eletrônica da revista Variety, os episódios terão uma hora e serão produzidos pela Pastel, empresa de Jenkis, e pela Plan B Entertainment, de Brad Pitt, para a Amazon.

Publicado pela editora Doubleday, “The Underground Railroad” vendeu mais de 900 mil cópias nos Estados Unidos e ficou por 32 semanas entre os mais vendidos do New York Times no ano passado, além de ter vencido o prêmio National Book Award de melhor ficção. A obra narra a jornada da jovem Cora enquanto faz uma tentativa desesperada de liberdade no sul escravista. Depois de escapar da plantação da Geórgia onde trabalhava para fugir por uma suposta "Estrada de ferro subterrânea" (tradução do título para o português), ela descobre que o nome não se trata de uma mera metáfora, mas uma verdadeira ferrovia cheia de engenheiros e condutores, e uma rede secreta de trilhas e túneis para ajudar pessoas a encontrarem a liberdade.

Esta será a primeira tentativa de Jenkin de dirigir uma série de TV em sua totalidade. Ele dirigiu recentemente um episódio da adaptação da Netflix do filme "Dear White People", e dirigiu anteriormente um episódio da série "Futurestates" da PBS. "Voltando a 'A intuicionista', a escrita de Colson sempre desafiou a convenção, e 'The Underground Railroad' não é diferente", disse Jenkins em um comunicado. "É um trabalho inovador que respeita a história da nossa nação ao explorá-la de uma forma pensativa e original. Preservar a grandeza de uma história como esta exige um pensamento arrojado e inovador e na Amazon encontramos um parceiro cuja reverência pela narração e liberdade de formas está totalmente de acordo com nossa visão", concluiu.

Para Joe Lewis, chefe de comédia e drama da Amazon Studios, "o livro de Colson Whitehead é uma história épica e dramática, destruindo os limites. Ter Barry trazido à vida pela Amazon Studios é emocionante. Não poderíamos estar mais empolgados para ver o que eles criam". O projeto ainda não tem data para estrear na Amazon Prime, nem se sabe quanto episódios terá.