Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 30 de Abril de 2017

  • 18/11/2016
  • 14:12
  • Atualização: 14:29

Peça infantil baseada em texto de Erico Verissimo estreia em Porto Alegre

"O Urso com Música na Barriga" tem apresentações na Cia de Arte, aos sábados e domingos

Montagem aborda temas como intolerância e dificuldades de comunicação | Foto: Miguel Sisto / Divulgação / CP

Montagem aborda temas como intolerância e dificuldades de comunicação | Foto: Miguel Sisto / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

"O Urso com Música na Barriga", texto escrito por Erico Verissimo em 1938, estreia como peça infantil neste sábado em Porto Alegre. Montada pela primeira vez por uma companhia de teatro, a obra será apresentada na Cia de Arte (Rua dos Andradas, 1780), às 16h deste sábado e domingo, e também nos dias 26 e 27 de novembro, no mesmo horário. Dirigido pela atriz Arlete Cunha e com realização do grupo Atimonautas, o espetáculo tem entrada gratuita e aborda temas como intolerância e dificuldade de comunicação, assuntos muito discutidos nos dias de hoje.

Passados mais de 70 anos, o “diferente” ainda sofre preconceito e é discriminado na sociedade, e a falta de comunicação é cada vez mais percebida em tempos midiáticos. A história impressiona pela riqueza de seu enredo, pela engraçada peculiaridade de seus personagens e, sobretudo, pela forte mensagem de humanidade que carrega. O texto é baseado no convívio dos animais do Bosque Perdido e a vida do Pequeno Urso, que é especial por se comunicar de uma forma inusitada, através da música que sai da sua barriga.

“Esta característica foi essencial na escolha, pois vivemos momentos de intensos debates nas escolas e na sociedade sobre o preconceito, a discriminação social e o bullying”, afirma o ator e manipulador Alberto Vermelho. "O Urso com Música na Barriga"  é realizado com a manipulação direta de bonecos, bonecos de vestir e marotes, num grande esforço para representar as diversas atmosferas da obra de Erico Verissimo. Com forte apelo poético, inserida no fascinante mundo do teatro de animação a história tem iluminação de Vinícius Lopes, sonoplastia de Ricardo Pavão. 

Apesar de ser mais reconhecido por sua obra adulta, Verissimo também se destacou com maestria na literatura infantil. Na sua imaginação mais do que fértil, criou histórias que mesclam os contos de fadas com a contemporaneidade, fazendo conviver personagens humanos com personagens animais e inanimados - ambos com comportamento e características humanas, interagindo em um universo lírico e poético sem igual.