Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

  • 18/10/2017
  • 07:33
  • Atualização: 13:34

Corpo em movimento é foco pelos palcos da Capital

Estão previstas apresentações do Coletivo Âmago, da Eduardo Severino Cia. de Dança e Del Puerto

"O Sentido se Sente com o Corpo", do Coletivo Ãmago, de quinta a domingo | Foto: Rafael Avancini / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Os movimentos do corpo e suas expressões estão na agenda dos espetáculos da semana, começando com o Coletivo Âmago que apresenta “O Sentido se Sente com o Corpo, de amanhã, dia 19, até domingo, dia 22, às 20h, no Teatro Bruno Kiefer da Casa de Cultura Mario Quintana (Andradas, 736).

Outro momento de dança está a cargo da Eduardo Severino Cia de Dança, com a apresentação, nesta sexta e neste sábado, às 20h, com entrada franca, na III Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Peres (Loureiro da Silva, 255). O espetáculo “IN/compatível” estreou em 2005 e vem remontado com o núcleo artístico principal da Cia. Luciano Tavares e Eduardo Severino, e com os criadores/intérpretes Andrew Tassinari e Viviane Gawazee. Os convites estão sendo distribuídos no Memorial da Câmara Municipal.

No Entreato Pub (República, 163) o público poderá conferir no domingo, às 19h e às 21h, o Projeto Lilith - Pixações em Corpos Históricos, com direção de Larissa Sanguiné. Trata-se de uma criação teatral, com cenas que se inventam a partir de investigação sobre a invisibilidade da naturalização da violência contra as mulheres.

Também no domingo, a Cia de Flamenco Del Puerto apresenta os espetáculos "Flamenco Imaginário" e "Ciclos", ambos no palco do teatro Centro Histórico-cultural Santa Caa (Independência, 75), respectivamente às 15h e 22h. Vencedor dos prêmios de Melhor Iluminação e Melhor Figurino no Tibicuera de Teatro Infantojuvenil e no Açorianos de Teatro, "Flamenco Imaginário" é livremente inspirado na dramaturgia de "O Corcunda de Notre Dame", de Victor Hugo. Já "Ciclos" apresenta amostras do processo de criação do primeiro semestre de 2017 e coreografias marcantes aos 18 anos do grupo. No corpo de baile, alunos do corpo de formação Del Puerto, além de artistas da companhia e de artistas convidados.