Porto Alegre

26ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

  • 09/11/2017
  • 14:09
  • Atualização: 14:27

Jean Paul Gaultier vai adaptar sua trajetória profissional para o teatro

Renomado estilista estreará o musical "Fashion Freak Show" em outubro de 2018

Estilista de 65 anos afirma que é um sonho de infância que se tornará realidade | Foto: Valery Hache / AFP / CP

Estilista de 65 anos afirma que é um sonho de infância que se tornará realidade | Foto: Valery Hache / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O estilista de alta-costura Jean Paul Gaultier anunciou que sua vida, seus espartilhos, o brilho e a provocação de suas peças vão chegar aos teatros em outubro de 2018. "Eu finalmente realizarei meu sonho de infância!", disse o designer de moda em um comunicado. Em parceria com a casa de shows em estilo cabaret Folies Bergère, ele promete agitar a vida noturna de Paris com um musical de "novo gênero", "entre teatro revista e desfile de moda".

A peça ainda não está totalmente escrita, mas cerca de metade do elenco e da equipa de produção já foi escolhida. “Quinze atores, atrizes, dançarinos e artistas de circo incorporarão criaturas e personalidades "enganadas, mal criadas, atrevidas e despojadas", diz Gaultier, 65 anos. "Sempre sonhei em montar um teatro de revista. Fui embalado por musicais. Quando pequeno, aos 9 anos de idade, em 1961, descobri na TV os shows do Folies Bergère. Confrontado com penas e lantejoulas, fiquei sem palavras, totalmente surpreso ", explica.

"Um pouco mais tarde, graças ao filme de Jacques Becker “Falbalas”, com a Micheline Presle, me apaixonei pela moda, mas sempre pensei que, um dia ou outro, criaria uma peça teatral. Um desfile de moda deve ser qualquer coisa menos roupas em cabides", acrescenta o Sr. Gaultier que, nesse espírito, assina desfiles espetaculares.

Intitulado "Fashion Freak Show", a peça será "concebida como uma grande festa" e contará a vida do couturier, desde sua infância até seus grandes desfiles, através de sua entrada em 1970 no atelier de Pierre Cardin como estagiário, suas reuniões. Também versarã sonre suas loucas festas de Londres, com piscadelas para os artistas que o influenciaram como Pedro Almodovar, Luc Besson, Madonna, Kylie Minogue ou coreógrafos Régine Chopinot e Angelin Preljocaj.