Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Março de 2017

  • 03/02/2017
  • 16:52
  • Atualização: 18:50

Peça teatral apresentada no Litoral Norte ensina sustentabilidade às crianças

Montagem conta a história de Recliclito, feito com materiais reciclados

Projeto foi apresentado na tarde de quinta na Casa de Verão do Sesc, em Atlântida | Foto: Alina Souza / Especial / CP

Projeto foi apresentado na tarde de quinta na Casa de Verão do Sesc, em Atlântida | Foto: Alina Souza / Especial / CP

  • Comentários
  • Paulo Tavares

Uma aula de como preservar o meio ambiente. Esse foi o mote de esquete teatral "Reciclito e a natureza, uma história divertida", promovido pelo Sindicato da Indústria do Material Plástico do Rio Grande do Sul (Simplast), que foi apresentado na tarde de quinta-feira às crianças que foram à Casa de Verão do Sesc, em Atlântida, no Litoral Norte. Outra apresentação da peça ocorreu em Tramandaí, também na Casa de Verão do Sesc, no final da tarde do mesmo dia.

Na peça, é apresentada a história do Reciclito, desde como ele foi fabricado à importância dos objetos usados para fabricá-lo, sem que tenham sido jogados no lixo. Além disso, canções falando da importância da preservação e de como devemos proceder. Tudo isso, estimulando as crianças a participarem. De acordo com Thayana Barros, produtora da montagem e que adaptou a história para o teatro, o projeto existe há dois anos. Em um primeiro momento, foram editadas revistas com histórias em quadrinho, que apresentavam personagens preocupados com o meio ambiente. 

As publicações eram distribuídas nas escolas. "Tivemos a ideia de adaptar para o teatro, trazendo dois personagens, o Reciclito, que é um robô feito de material reciclado, e Rafael, o menino que é seu amigo", contou. "Outros dois personagens tiveram que ficar de fora devido a logística". A ideia da peça é passar para as crianças a importância da conservação do meio ambiente e da reciclagem do lixo, que deve ser separada convenientemente.

Após o esquete, que dura cerca de 10 minutos, os personagens fazem brincadeiras com as crianças, colocando três cestos d lixo e elas devem colocar o suposto lixo no local adequado. "No final, distribuímos brindes aos participantes". De acordo com Thayana, a maioria das vezes a peça é apresentada em escolas. Para isso, a instituição de ensino deve se inscrever pelo site.