Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 18 de Novembro de 2017

  • 13/03/2017
  • 14:35
  • Atualização: 14:43

Espetáculo inspirado em poemas de Mario Quintana tem ingressos a R$ 1

"As Únicas Coisas Eternas São As Nuvens" será apresentado no dia 23, no Theatro São Pedro

Montagem celebra os nove anos da Porto Alegre Cia de Dança | Foto: Lívia Auler / Divulgação / CP

Montagem celebra os nove anos da Porto Alegre Cia de Dança | Foto: Lívia Auler / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Em comemoração aos seus nove anos de atividades e ao aniversário da Capital, a Porto Alegre Cia de Dança leva ao palco do Theatro São Pedro (Pça. Mal. Deodoro, s/nº) no próximo dia 23, a partir das 21h, o espetáculo “As Únicas Coisas Eternas São As Nuvens”. Com ingressos simbólicos, no valor de R$ 1, a apresentação tem coreografia criada por João Butoh, inspirada nos poemas de Mario Quintana e utiliza técnica de dança japonesa. As entradas começam a ser vendidas nesta segunda-feira, na bilheteria local.

"Para nós já é uma tradição estar outra vez no Theatro São Pedro comemorando seu aniversário, que sempre acontece junto ao da cidade. E que prazer é levar ao palco esta obra inspirada e dedicada ao poeta Mario Quintana, uma referência profunda que toca direto os corações portoalegrenses", comenta a Diretora da companhia, Tânia Baumann. A montagem cultiva o poder sintético das imagens, metáforas, associações insólitas e outros tantos recursos explorados nas obras do poeta gaúcho.

O paulista João Butoh concebeu a coreografia utilizando a técnica que é principal referência de seu trabalho como bailarino, professor e coreógrafo e que, inclusive, incorporou em seu nome artístico. Considerado o maior expoente da dança Butoh na América Latina e um dos grandes nomes da técnica no mundo, João Butoh é fundador e diretor da Ogawa Butoh Center e a Cia de Butoh, onde pesquisa e desenvolve a Técnica Aiar Butoh, de sua autoria.

Em “As Únicas Coisas Eternas São As Nuvens” o público vai encontrar no palco seres míticos, os anjos de Quintana, que ao som da voz de seu criador e de músicas que o inspiraram, transitam por situações cotidianas. Um espetáculo delicado e esteticamente marcante, que incorpora a dança Butoh como forma de dar vida aos personagens extraídos do universo das obras do poeta que tinha como característica marcante a genialidade lírica expressa de forma simples e acessível.