Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 28 de Março de 2017

  • 14/03/2017
  • 14:18
  • Atualização: 14:24

Espetáculo "O Impecável" traz Luiz Fernando Guimarães a Porto Alegre

Monólogo será apresentado no Theatro São Pedro nos dias 17, 18 e 19 de março

Ator interpreta oito personagens em cena | Foto: Guga Melgar / Divulgação / CP

Ator interpreta oito personagens em cena | Foto: Guga Melgar / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Chega a Porto Alegre nos dias 17, 18 e 19 de março o espetáculo "O Impecável", que mostra a versatilidade de Luiz Fernando Guimarães ao interpretar oito personagens. Apeça será apresentada no Theatro São Pedro (Pça. Marechal Deodoro, s/n°), às 21h de sexta e sábado, e domingo às 18h. Na peça, com ingressos entre R$20 e R$100, o público é transportado para uma tarde de sábado na Zona Sul do Rio de Janeiro, onde conhece uma turma com histórias nada convencionais para contar. Dando vida a todos os integrantes do grupo, o ator não precisa mais do que um palco mobiliado com uma bancada e uma cadeira com secador de cabelo para arrancar boas risadas da plateia.

Durante o monólogo, o salão Impecável Beauty recebe pessoas com muitos vícios, poucas virtudes e ótimas histórias. Seus funcionários são personalidades no mínimo exóticas: Seu Francisco, o faxineiro, é um evangélico fervoroso e trabalhador. Já Ednardo, o atendente que deveria dar as boas-vindas, não passa de um preguiçoso que tenta se dar bem enganando a patroa no horário de serviço. Chanderley é a responsável pelas unhas dos clientes, mas parte de sua renda vem de “serviços extras” prestados nas madrugadas em Copacabana. O cabeleireiro Guido vive se gabando dos inúmeros diplomas e de toda sua masculinidade, enquanto Serginho – que não cansa de se autodenominar um hairstylist de mão cheia – passa mais tempo inventando cortes de cabelo inusitados do que realmente atendendo a clientela.

Pelos cuidados dos funcionários passa o Dr. Ivan, um psicólogo boa praça que começou a ser mais vaidoso depois de sofrer a vida inteira com os apelidos ligados à sua aparência nada exuberante. O estabelecimento também recebe Rodolfo, o solteirão que chega para levar a mãe para dar uma repaginada no visual e fica tempo suficiente para trocar dois dedos de prosa com os profissionais. A dona do local, Eleonora, é outra figura nada comum: ex-miss, pouco liga para seu empreendimento, fruto do dinheiro herdado do ex-marido.

No espetáculo, ator, luz e música servem ao primeiro texto não-musical de Charles Möeller e Claudio Botelho. Marcus Alvisi assina a direção do monólogo apresentado em um cenário que traz apenas o essencial para dar o clima de burburinho característico dos salões de beleza.A parceria entre Luiz Fernando Guimarães e os autores Charles Möeller e Claudio Botelho em “O Impecável” surgiu com o desejo de Luiz de ter um espetáculo com o qual pudesse viajar pelo Brasil. A partir disso, Charles e Claudio resgataram personagens que haviam criado para espetáculos diferentes e os transformaram em um texto único.

A principal inspiração para o texto foram os pecados capitais. Com personagens tão distintos entre si, a história se amarra justamente no “politicamente incorreto” que todos têm em comum, como explica Charles Möeller: “Queríamos falar sobre os pecados porque atualmente a sociedade está obcecada pelo politicamente correto. Se ser politicamente incorreto é o novo pecado do mundo atual, precisamos rir de nós mesmos”.