Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

  • 09/10/2017
  • 15:42
  • Atualização: 15:46

Com "chute escorpião" pelo Arsenal, Giroud é um dos 3 finalistas ao Prêmio Puskás

Atacante disputará o gol mais bonito com a venezuelana Deyna Castellanos e o sul-africano Oscarine Masuluke

Atacante disputará o gol mais bonito com a venezuelana Deyna Castellanos e o sul-africano Oscarine Masuluke | Foto: Franck Fife / AFP / CP

Atacante disputará o gol mais bonito com a venezuelana Deyna Castellanos e o sul-africano Oscarine Masuluke | Foto: Franck Fife / AFP / CP

  • Comentários
  • AE

A Fifa anunciou oficialmente nesta segunda-feira os três finalistas ao Prêmio Puskás, que elegerá o gol mais bonito de 2017, e confirmou que o francês Olivier Giroud será um destes concorrentes. Anunciado inicialmente no dia 22 de setembro como um dos dez indicados a esta honraria, o atacante triunfou nesta primeira disputa e terá como adversários derradeiros na mesma a venezuelana Deyna Castellanos e o sul-africano Oscarine Masuluke.

Estes três concorrentes foram os mais votados por centenas de milhares de fãs ao redor do mundo na primeira rodada da eleição desta premiação, encerrada na manhã desta segunda, antes da abertura de uma segunda que definirá o grande vencedor.

Essa segunda parte da votação ocorrerá até o próximo dia 23, quando também será eleito, em cerimônia de gala em Londres, o melhor jogador do mundo na premiação deste ano na Fifa, cujos três finalistas são Neymar, Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. Neste mesmo evento também serão eleitos o melhor técnico do planeta, entre outras honrarias.

Primeiro francês a figurar entre os três finalistas ao Prêmio Puskás, Olivier Giroud concorrerá por meio de um gol marcado pelo Arsenal, contra o Crystal Palace, pelo Campeonato Inglês, no qual completou um cruzamento da esquerda com uma finalização que passou a ser chamada de "chute escorpião". No caso, o atacante concluiu para as

redes com a sola da chuteira, quando a bola já passava por trás dele, e ainda viu a bola bater no travessão antes de entrar na meta adversária.

Se for levada em conta apenas a sua popularidade no futebol mundial, Giroud é franco favorito a ficar com o prêmio. Deyna Castellanos, porém, também será finalista do prêmio de melhor jogadora do mundo em 2017 e se tornou a segunda venezuelana a concorrer, pelo segundo ano consecutivo, ao Puskás, repetindo o feito de sua compatriota Daniuska Rodriguez, também finalista desta honraria em 2016.

Castellanos se tornou finalista em 2017 com um gol que marcou do meio de campo pela sua seleção no Mundial Feminino Sub-17, contra Camarões, no ano passado, quando encobriu a goleira adversária com o chute de longa distância.

Já o sul-africano Oscarine Masuluke concorrerá ao Puskás em uma raríssima condição, pois é um goleiro que se garantiu entre os três finalistas ao marcar um gol de bicicleta após aproveitar um rebote de uma bola sobrada depois de cobrança de um escanteio em jogo do Baroka FC, seu time na África do Sul, contra o Orlando Pirates, também

sul-africano. Ele também é o primeiro jogador do seu país a ser um dos três aspirantes derradeiros a esta premiação.

Ele, Giroud e Castellanos superaram os outros sete concorrentes ao prêmio anunciados como dez indicados no mês passado, sendo que nenhum deles é brasileiro. Foram eliminados nesta primeira rodada de votação o ganês Kevin-Prince Boateng, o argentino Alejandro Camargo, o francês Moussa Dembele, o colombiano Aviles Hurtado, o croata

Mario Mandzukic, o sérvio Nemanja Matic e o espanhol Jordi Mboula.