Porto Alegre

25ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

  • 23/12/2017
  • 18:20
  • Atualização: 18:27

Zidane admite frustração após levar 3 a 0 do Barça

Técnico francês afirmou que derrota dói para o time, que ficou 14 pontos atrás de líder Espanhol

Técnico francês afirmou que derrota dói para o time, que ficou 14 pontos atrás de líder Espanhol | Foto: Oscar Del Pozo / AFP / CP

Técnico francês afirmou que derrota dói para o time, que ficou 14 pontos atrás de líder Espanhol | Foto: Oscar Del Pozo / AFP / CP

  • Comentários
  • AE

O técnico francês Zinedine Zidane admitiu neste sábado toda a sua frustração após o Real Madrid ser atropelado pelo Barcelona em pleno Santiago Bernabéu, por 3 a 0, pelo Campeonato Espanhol. Incomodado com a atuação, ele reconheceu que o resultado não será esquecido tão facilmente. "É uma derrota que dói. É o que há, o que temos para hoje (sábado). Estamos mal porque é uma derrota que dói", reforçou o técnico do Real Madrid, que ficou 14 pontos atrás do Barcelona, líder do Espanhol.

Apesar de frustrado, Zidane prometeu que o time reagirá nas próximas partidas. "Ao mesmo tempo, não vamos baixar a guarda. O Real Madrid nunca se rende aconteça o que acontecer. É um momento complicado pela derrota, pelos três gols. Não merecíamos isto, mas assim é o futebol." O treinador também disse que o futebol muda rápido e garantiu que dá todo o apoio aos seus jogadores. "O futebol muda, muita gente diz isto", apontou. "Quando ganha partidas é muito bonito e quando perde você fica mal. Estou com meus jogadores. O que fizeram até agora foi fenomenal, mas hoje estamos irritados."

Por fim, questionado se estaria arrependido de iniciar o jogo com Kovacic entre os titulares, Zidane assegurou que não mudaria nada. "Não me arrependo de nada. Estou aqui para escolher e tomar decisões. Não vou me arrepender de nada. Foi o primeiro tempo e, se tivéssemos feito gols, a partida seria diferente."

Marcelo lamenta expulsão

A dura derrota não abalou o lateral-esquerdo. O brasileiro lamentou a expulsão sofrida pela equipe no segundo tempo e avisou que o Campeonato Espanhol ainda não acabou para o time da capital. "O Campeonato está muito difícil agora, por causa da diferença de pontos, mas o Real Madrid não se rende nunca. Temos que seguir com o nosso trabalho, ter um pouco de sorte e trabalhar", avisou o lateral, após a derrota no Santiago Bernabéu.

Para Marcelo, a expulsão de Carvajal, aos 17 minutos do segundo tempo, definiu a partida. O defensor do Real, em dia infeliz, acertou a mão na bola dentro da área. Além de ser expulso, ainda viu a arbitragem assinalar a penalidade, convertida por Lionel Messi. Foi o segundo gol do Barça na partida. "Não era uma partida fácil e, quando levamos o primeiro gol, continuamos fazendo todo o possível para fazer uma boa partida. Mas aí perdemos um jogador", disse Marcelo. Para o lateral, a expulsão fez o Real cair de rendimento, em comparação à boa etapa inicial da equipe.

"No primeiro tempo, fizemos uma boa partida. Criamos ocasiões de gol, mas o segundo tempo foi diferente. Temos que sair deste jogo com a cabeça erguida. O futebol é assim", declarou o brasileiro. Apesar do tropeço, Marcelo reiterou todo o apoio ao técnico Zinedine Zidane. "Estou com o Zidane até a morte e não há nenhuma dúvida sobre isso. As pessoas se esquecem o que ganhamos com o Real Madrid e o que ainda pode vir pela frente. Ele é um grande treinador", comentou.