Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

  • 14/03/2017
  • 12:43
  • Atualização: 13:04

Central de Transplantes do RS divulga nota sobre caso de surfista gaúcho

Lucas Zuch está internado no Hospital Moinhos de Vento de Porto Alegre

Lucas Zuch está internado no Hospital Moinhos de Vento de Porto Alegre | Foto: Facebook / Reprodução / CP

Lucas Zuch está internado no Hospital Moinhos de Vento de Porto Alegre | Foto: Facebook / Reprodução / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A Central de Transplantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgou nesta terça-feira uma nota de esclarecimento sobre o caso do surfista gaúcho Lucas Zuch. Ele teria sido diagnosticado com morte cerebral após se afogar em uma praia do Rio de Janeiro na terça da semana passada. Transferido nessa segunda para o Hospital Moinhos de Vento em Porto Alegre, a morte cerebral não foi constatada. No entanto, de acordo com boletins médicos, o estado de saúde do surfista é crítico. Ele recebe "suporte intensivo” e está em coma nível “Glasgow 3”, o mais profundo da escala.

A SES esclarece na nota que “a morte encefálica é realizada sempre em três etapas, cumprindo a legislação sobre o tema”. Em todas essas fases os familiares são informados sobre os procedimentos. Além disso, o texto ressalta que é obrigatório notificar a Central de Transplantes após a constatação de morte encefálica. Já o termo de autorização, que tem de ser assiando pelo responsável legal e testemunhas de doação, só é preenchido após a constatação confirmatória das três etapas.

No caso específico de Lucas Zuch, a SES informou que consultou a direção do Hospital Moinhos de Vento e as autoridades estatuais de saúde do Rio de Janeiro. Na primeira etapa da avaliação, a equipe médica concluiu que não houve morte encefálica. Com isso, as outras duas etapas não são executadas. “A evolução clínica determinará as próximas condutas médicas e o momento das próximas avaliações pela equipe médica assistente”, esclarece o texto. A secretaria ainda demonstrou solidariedade aos familiares e amigos do surfista.

Em boletim médico divulgado na segunda, o Hospital Moinhos de Vento afirmou que “o diagnóstico da morte encefálica veiculado nas notícias da imprensa não é procedente e nunca foi firmado pelos médicos da Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro, tampouco pela equipe médica que o assiste no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre”. Um novo boletim com o estado de saúde de Lucas deve ser divulgado nas próximas horas.