Correio do Povo | Notícias | Grêmio desperdiça chances e empata com o Coritiba

Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Julho de 2019

  • 30/08/2015
  • 13:05
  • Atualização: 13:23

Grêmio desperdiça chances e empata com o Coritiba

Dia de festejar o bi da Libertadores terminou com 0 a 0 pouco inspirado na Arena

Dia de festejar o bi da Libertadores terminou com 0 a 0 pouco inspirado na Arena | Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação CP

Dia de festejar o bi da Libertadores terminou com 0 a 0 pouco inspirado na Arena | Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação CP

  • Comentários
  • Bernardo Bercht

No dia de festejar os 20 anos do bi da Libertadores, o Grêmio teve de se contentar com um empate sem gols contra o Coritiba. O Tricolor desperdiçou muitas chances e ainda cansou no final, ficando no 0 a 0 dentro da Arena. O ponto somado mantém a equipe em terceiro no Brasileirão, com 38 pontos. O Coxa chega a 22 e permanece na zona do rebaixamento. Na 22ª rodada, os comandados de Roger encaram o Figueirense, quinta-feira, às 21h, em Santa Catarina.

O Grêmio comandou a partida no primeiro tempo, mas não conseguiu transformar o volume de jogo em gols. O Coritiba, por sua vez, especulou poucas vezes no contra-ataque, mas chegou a levar perigo em dois lances em que a zaga gremista falhou.

Logo aos três minutos Galhardo levou perigo à meta de Wilson. Ele recebeu de Giuliano e chutou forte, mas o goleirão foi bem para pegar no canto direito. Aos 9, Galhardo mandou na área e Geromel fez o desvio, mas a bola passou caprichosamente pelo lado de fora da trave direita.

Tricolor empilha chances, mas desperdiça

Uma das melhores chances veio aos 18 minutos. Giuliano fez bela jogada pela direita e cruzou na pequena área com muito perigo. Luan não chegou para definir o gol por centímetros. O mesmo atacante voltou a perder oportunidade em bola alçada na área. Na confusão, sobrou para ele definir na cara do goleiro, mas ele chutou em cima da marcação.

Só aí o Coxa respondeu, com Carlinhos. O lateral puxou o contra-ataque pela esquerda e cruzou com perigo. Erazo afastou, mas sobrou para Lúcio Flávio. Ele recuperou na meia-lua e chutou forte para bela defesa de Marcelo Grohe.

O Tricolor ainda perdeu a oportunidade de marcar com Douglas, aos 38 minutos. Ele chutou fraco bola ajeitada com o peito por Giuliano. Aos 42, Luan chutou de primeira o cruzamento de Galhardo, mas mandou para fora. Antes do intervalo, Marcelo Oliveira ainda perdeu a dois passos da linha uma bola alta que ele tentou emendar de voleio, mas pegou de rosca e mandou para fora.

Luan perde chance e Grêmio cansa

A volta para o segundo tempo seguiu com o Coritiba tentando segurar seu pontinho e o Grêmio pressionando. Aos cinco minutos, Fernandinho apareceu pelo meio, fez a tabela com Luan e saiu na cara do gol, mas bateu de canela e errou por muito.

Galhardo quase anotou o seu em cobrança de falta na esquerda. Ele bateu com muito efeito no canto esquerdo, mas o goleiro Wilson espalmou. Aos 26 minutos, Luan perdeu a melhor chance de todas. Douglas fez lançamento primoroso e, na cara do gol, o meia-atacante demorou para chutar e foi desarmado.

O Coxa voltou a ameaçar aos 29, em bola parada. Do meio da rua, Henrique chutou forte no canto esquerdo e Grohe espalmou em escanteio. A resposta veio com Giuliano. Ele recebeu na meia-lua, ajeitou e bateu forte, errando por centímetros o alvo. Giuliano voltou a desperdiçar aos 35. Douglas dominou na frente da área, cortou um marcador e lançou o companheiro de frente para Wilson. Na tentativa do chute ele desabou e pediu pênalti. O árbitro mandou seguir.

Roger ainda tentou avançar o time para fazer o gol, com Bobô no lugar de Walace e Pedro Rocha no de Fernandinho, mas não bastou. Nos minutos finais, a equipe ainda cansou de vez e foi ameaçada pelo Coxa. Aos 47 minutos, Lúcio Flávio chutou da meia-lua, com muita força, e a bola passou raspando na trave esquerda.

Brasileirão - 21ª rodada

Grêmio (0)

Marcelo Grohe; Galhardo, Geromel, Erazo e Marcelo Oliveira; Edinho, Walace, Giuliano, Douglas e Luan; Fernandinho. Técnico: Roger Machado.

Coritiba (0)

Wilson; Leandro Silva, Walisson, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Cáceres, Lúcio Flávio e Ruy; Rafhael Lucas e Henrique . Técnico: Ney Franco

Local: Arena, Porto Alegre.

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP).