Correio do Povo | Notícias | Mais de 70 pessoas morrem após queda de avião com time da Chapecoense

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 20 de Abril de 2019

  • 29/11/2016
  • 09:53
  • Atualização: 11:57

Mais de 70 pessoas morrem após queda de avião com time da Chapecoense

Acidente ocorreu no final da noite dessa segunda-feira

Goleiro Danilo morre após acidente com avião da Chapecoense  | Foto: Policia Antiqua / Twitter / Reprodução / CP

Goleiro Danilo morre após acidente com avião da Chapecoense | Foto: Policia Antiqua / Twitter / Reprodução / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Autoridades da Colômbia e a imprensa do país confirmaram nesta terça-feira a morte de pelo menos 75 pessoas na queda do avião que transportava a delegação da Chapecoense. Seis pessoas foram resgatadas com vida do local do acidente, segundo informações da Cruz Vermelha colombiana e da Defesa Civil.

Entre os sobreviventes estão dois integrantes da tripulação, Ximena Suárez e Erwin Tumiri;  três jogadores, Alan Ruschel, Jackson Follman e Helio Hermito Zampier; e o jornalista Rafael Valmorbida.

Além da delegação da Chapecoense, um grupo de jornalistas estava no voo que seguia para a Colômbia. A aeronave caiu no Noroeste do país na noite dessa segunda-feira, logo após sumir nos radares do controle de tráfego aéreo colombiano. Em Medellín, o time catarinense iria disputar a final da Copa Sul-Americana. 

Saída de Guarulhos e escala na Bolívia 

O avião da empresa Lamia saiu do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, fez uma escala em Santa Cruz de la Sierra, na Bolíviar e o acidente ocorreu na localidade Cerro Gordo, município de La Unión, na região de Antióquia, explicou a direção dos Bombeiros da Colômbia em uma mensagem postada nas redes sociais.

A aeronave matrícula TT2933 da empresa aérea Lamia saiu dos radares por volta das 22h15min, horário local. Uma nota oficial publicada pelo aeroporto José Maria Cordova de Rio Negro informou que às 22h o piloto comunicou à torre de comando uma situação de emergência por falhas elétricas. Ele teria aberto o compartimento de combustível para evitar uma explosão.

A Conmebol já anunciou o cancelamento das finais da Copa Sul-Americana, marcada para esta quarta, entre a equipe catarinense e o Atlético Nacional, da Colômbia. O jogo de volta ocorreria no dia 7 de dezembro, em Curitiba.