Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 27 de Abril de 2017

  • 07/01/2017
  • 22:33
  • Atualização: 22:39

Apresentado, técnico Roger Machado mostra ansiedade por início no Atlético-MG

Ontem ex-técnico do Grêmio acompanhou o treino do elenco para a Florida Cup

Roger Machado mostra ansiedade por início no Atlético-MG | Foto: Roger Rodrigues / Grêmio / Divulgação / CP

Roger Machado mostra ansiedade por início no Atlético-MG | Foto: Roger Rodrigues / Grêmio / Divulgação / CP

  • Comentários
  • AE

O Atlético Mineiro, enfim, apresentou Roger Machado, ex-Grêmio, como o treinador da equipe para a temporada de 2017. Em sua primeira entrevista coletiva na Cidade do Galo, em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte, neste sábado, o técnico demonstrou ansiedade para começar a trabalhar e corresponder à expectativa dos torcedores alvinegros.

"Para mim, é um prazer representar essa instituição de muitos anos e de muitas conquistas. O Atlético é um clube em que todo profissional deseja trabalhar. Na medida em que você se depara com um elenco de muita qualidade e uma estrutura de primeiro níveldo futebol mundial, você se torna automaticamente ansioso para corresponder a expectativa e começar o trabalho com muito otimismo", comentou o treinador.

Se na última sexta-feira ele havia acompanhado o treinamento do elenco que vai disputar a Florida Cup, nos Estados Unidos, neste sábado ele trabalhou com a parcela considerada o time A do Atlético, que inicia o ano com o Campeonato Mineiro e a Copa da Primeira Liga.

As impressões de Roger Machado sobre o plantel são as melhores possíveis para a temporada. "O primeiro contato foi extremamente positivo. O primeiro dia de trabalho foi em um nível muito alto. A exigência será sempre nesse nível para que a gente consigavencer as competições. Meu trabalho vai se pautar sempre pelo equilíbrio de uma equipe, pela construção de um jogo coletivo e que todos tenham o mesmo objetivo", acrescentou.

Roger Machado também destacou que a intensidade nos treinos é uma característica do seu trabalho e não será diferente no comando do Atlético. "Sou bastante intenso nas atividades e é bem provável que eu perca a voz até o final da semana", brincou."Procuro ser participativo para que, no jogo, eu possa ser mais pontual nas intervenções".