Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Julho de 2017

  • 19/03/2017
  • 14:37
  • Atualização: 14:41

Julinho Camargo comenta sobre Bruno no Boa Esporte: “Jogador normal”

Técnico contou sobre primeira semana de trabalho com goleiro, que ficou seis anos preso

Goleiro Bruno iniciou treinamentos no Boa Esporte nesta semana | Foto: Adriano Vizoni / Folhapress / CP

Goleiro Bruno iniciou treinamentos no Boa Esporte nesta semana | Foto: Adriano Vizoni / Folhapress / CP

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

A contratação do goleiro Bruno por parte do Boa Esporte afetou a rotina do clube mais fora de campo do que no vestiário, contou neste domingo o técnico da equipe mineira, Julinho Camargo. Em entrevista à Rádio Guaíba, ele afirmou que age com uma “premissa de educador” em relação ao jogador, que ficou cerca de seis anos preso pelo assassinato de sua ex-amante. “Ele foi apresentado para nós como um jogador normal.”

E Julinho busca tratar com naturalidade, o goleiro: “Sou educador físico e fiz isso com todos os alunos que tive desde a época de colégio. Não vejo rosto, cor, credo, condição social. Sou professor. Eu acolho meu aluno e tento dar a ele o melhor treino possível, a melhor possibilidade esportiva”, afirmou.

A contratação mudou a rotina do clube nos últimos dias: “Exceto a cobertura da mídia, em nível de trabalho, treino e jogo, agimos de forma natural”, disse o treinador, lembrando que antes da chegada de Bruno apenas a mídia local cobria diariamente o clube. “Ele foi uma contratação do clube. A gente recebe sempre bem qualquer jogador que chega ao nosso elenco. Foi assim que recebemos o Bruno.”

Julinho ressaltou que a “contratação foi do clube” e não uma indicação técnica, mas explicou que a situação é cotidiana no Boa Esporte. “Aqui é um clube empresa, tem três donos, diferente de outros clubes. O clube tem esta prática de contratar jogadores com o crivo de seus donos”, detalhou. Na semana em que Bruno foi contratado, jogadores e comissão técnica sequer estavam em Varginha, devido a jogos fora de casa.

O técnico esquivou-se de entrar em polêmicas sobre o que achou da contratação e salientou: “A opinião de qualquer pessoa deve ser muito respeitada. Entendo que é um assunto delicado”, afirmou. De acordo com ele, Bruno está sendo submetido a diversos testes. A partir dos resultados será projetada uma possível data para sua estreia: “Acredito que vai levar pouco mais de 40, 50 dias para que ele comece a alinhar a forma atlética”.