Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 18 de Novembro de 2017

  • 12/09/2017
  • 08:56
  • Atualização: 09:22

Chances de Luan jogar contra o Botafogo são remotas

Jogador não treinou ontem e a tendência é que seja preservado para a partida de volta

Além de não estar totalmente recuperado de um edema na coxa direita, há o temor de perder o atleta para o segundo jogo contra os cariocas | Foto: Lucas Uebel / Divulgação / CP

Além de não estar totalmente recuperado de um edema na coxa direita, há o temor de perder o atleta para o segundo jogo contra os cariocas | Foto: Lucas Uebel / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Rafael Peruzzo

A cada dia que passa, a escalação de Luan no primeiro confronto das quartas de final da Libertadores torna-se mais improvável. Dificilmente o atacante e principal jogador do Grêmio estará em campo para enfrentar o Botafogo, na quarta-feira, no Rio de Janeiro. Na segunda, ele não acompanhou o grupo no treinamento realizado na Gávea — ficou no hotel fazendo tratamento. Além de não estar totalmente recuperado de um edema na coxa direita, há o temor de perder o atleta para o segundo jogo contra os cariocas, no dia 20. Por isso, a tendência é que ele seja mesmo preservado na quarta.

Hiltor Mombach: O edema de Luan

Renato Portaluppi adiantou, após a derrota para o Vasco, que somente quem estiver com 100% de condições físicas e técnicas vai atuar quarta. Everton e o equatoriano Arroyo surgem como principais opções caso a ausência de Luan seja realmente confirmada. “Vamos esperar por ele até o último minuto. É um jogador único, com uma qualidade muito grande. Temos confiança nele, acabou de voltar da Seleção Brasileira e vive um ótimo momento”, avalia o centroavante Lucas Barrios.

O paraguaio, no entanto, ressalta que o duelo com o Botafogo será decidido em 180 minutos e o time precisará de Luan na partida de volta. “Tem amanhã (terça) e quarta-feira para fazer tratamento. Tomara que dê certo, mas se não der, teremos ele na próxima semana, é importante ter esse tipo de jogador na volta também”, completou.

Os resultados recentes do Grêmio longe da Arena têm preocupado o torcedor, principalmente as derrotas para Cruzeiro e Vasco, nas quais o desempenho da equipe deixou a desejar. “Não foi a cara do Grêmio (a derrota para o Vasco). Estamos magoados pela oportunidade que deixamos passar. Mas o grupo já fez uma autocrítica, tivemos uma conversa entre nós jogadores para dizer que isso não pode voltar a acontecer”, contou o zagueiro Kannemann.

O argentino terá a companhia de Pedro Geromel na zaga, recuperado de um problema muscular. “Sabemos que o Botafogo é um time muito difícil. Para mim eles têm um trabalho técnico muito bom, cada jogador tem uma entrega total na partida. O Botafogo faz um trabalho elogiável, sabemos que equipe vamos enfrentar”, acrescentou Kannemann. Nesta terça-feira, o técnico Renato Portaluppi comanda um último treinamento antes da partida contra o Botafogo.  O treinador não terá o volante Michel, suspenso após ter sido expulso no jogo diante do Godoy Cruz-ARG. Com isso, Jailson deve ganhar uma oportunidade de começar a partida no estádio Nilton Santos.