Porto Alegre

28ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 18 de Fevereiro de 2018

  • 07/02/2018
  • 20:11
  • Atualização: 21:13

Romildo descarta volta do grupo de transição no Gauchão

Presidente descartou André e elogiou Triverio na busca por centroavantes

Garotos da base serão apenas reforços à equipe principal | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação CP

Garotos da base serão apenas reforços à equipe principal | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

A experiência do grupo de transição está definitivamente encerrada no Grêmio. O presidente Romildo Bolzan Júnior afirmou nesta quarta-feira, em entrevista à Rádio Guaíba, que apenas o grupo principal atuará nos jogos do Gauchão, mesmo em meio à decisão da Recopa Sul-Americana e aos primeiros compromissos da Libertadores.

Em busca dos pontos perdidos, essenciais para avançar no estadual, Romildo definiu a meta tricolor. "A prioridade é classificar, mas nem todos os jogos poderão ser jogados com o time titular. Quando não foi possível, usaremos a equipe reserva do plantel principal", decretou, acrescentando que o Gauchão ainda será importante para dar oportunidade a todos os atletas. "Todos precisam ganhar ritmo de jogo."

O dirigente descartou fazer muitos cálculos e projeções para alcançar o objetivo. "Não tenho um cálculo, mas tenho em mente classificar. O jogo de hoje (contra o Brasil de Pelotas) é muito difícil e a medida que os pontos forem somados podemos projetar", avaliou.

Com apenas um ponto somado pelo Grêmio, Romildo reconheceu que o caminho ainda será longo, levando em conta as classificações dos últimos anos. "Esse ano tem sido disparelho, tem times disparando, mas imagino que seja possível se classificar com 13 ou 14 pontos."

Contratações

A busca por um centroavante segue sem render os nomes que o Tricolor esperava. André, do Sport, foi praticamente descartado. "O Grêmio tem interesse, a negociação começou, foi feita uma consulta e o pedido foi absolutamente impraticável. Foi feito para não vender", explicou Romildo.

Sobre Enrique Triverio, do Racing, o presidente fez elogios, mas garantiu não ter iniciado tratativas. "Não temos negociação, mas é um jogador que respeito muito e acho interessantíssimo. Precisa verificar preço, condições técnicas e muitas coisas ainda."

Por fim, a novela Carneiro: "Tínhamos modelado um negócio, mas não foi possível inicialmente. A ideia era não ter tanto risco, mas termos um acompanhamento direto com o atleta. Isso permanece em aberto e, se vier para o patamar que o Grêmio busca, poderemos voltar a tratar."