Porto Alegre

28ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

  • 03/08/2017
  • 09:14
  • Atualização: 09:33

"Ganhar jogando mal é bom também", diz Odorico

Vice de futebol do Grêmio reconheceu que o grupo não manteve o mesmo nível, mas exaltou vitória

Odorico reconheceu que o grupo não manteve o mesmo nível das últimas partidas | Foto: Carlos Costa / Futurapress / Folhapress / CP

Odorico reconheceu que o grupo não manteve o mesmo nível das últimas partidas | Foto: Carlos Costa / Futurapress / Folhapress / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A direção do Grêmio reconheceu que, mesmo vencendo o Atlético-GO, nessa quarta-feira, o time não manteve o desempenho apresentado que teve nas últimas partidas. Apesar disso, o vice de futebol gremista, Odorico Roman, ressaltou que o importante é somar os três pontos, independente da atuação.

"Ganhar jogando mal é bom também. Tivemos um jogo não muito regular, as condições eram mesmo adversas. Nosso primeiro tempo não foi dos melhores, mas na segunda etapa fomos atrás do placar positivo", disse o dirigente depois do jogo, ainda em Goiânia.

Com a vitória fora de casa, a equipe do técnico Renato Portaluppi manteve a distância de oito pontos atrás do Corinthians, que também venceu na rodada. "O principal é a vitória. Fizemos os três pontos que era nossa missão, mostramos muita garra e determinação apesar das dificuldades da partida", avaliou o vice de futebol gremista.

Caso Bolaños

A direção do Grêmio liberou o atacante Miller Bolaños para ir com sua família, no Equador, para melhorar seu psicológico. "O Bolaños tem uma lesão que precisa tratar. O Grêmio tem médicos competentes para tratar o jogador. O jogador sofre uma pressão por não conseguir jogar, então acho que ele precisava ir um pouco para o Equador para esfriar a cabeça", declarou Odorico.