Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 24 de Setembro de 2017

  • 13/09/2017
  • 23:38
  • Atualização: 00:24

Grêmio empata em 0 a 0 com o Botafogo e decide na Arena

Tricolor teve controle do jogo em alguns momentos, mas voltou a mostrar dificuldades ofensivas

Tricolor teve controle do jogo em alguns momentos, mas voltou a mostrar dificuldades ofensivas | Foto: Apu Gomes / AFP / CP

Tricolor teve controle do jogo em alguns momentos, mas voltou a mostrar dificuldades ofensivas | Foto: Apu Gomes / AFP / CP

  • Comentários
  • Bernardo Bercht

O Grêmio teve mais presença ofensiva, chegou a assustar o Botafogo, mas ficou no 0 a 0, nesta quarta-feira no Engenhão. O resultado vai permitir ao Tricolor decidir na Arena com qualquer vitória, mas complica a situação do saldo qualificado. Novo 0 a 0 levará a decisão da vaga à semifinal da Libertadores para as penalidades e qualquer empate com gols será dos cariocas.

A próxima partida está marcada para a próxima quarta-feira, às 21h45min, na Arena. Antes, os gremistas encaram a Chapecoense, no domingo pelo Brasileirão, também na Arena.

Arthur domina o meio-campo

O Grêmio teve mais presença ofensiva no primeiro tempo, mas sofreu vários sustos em contragolpes do Botafogo. Arthur e Fernandinho puxaram as principais jogadas que fizeram Gatito Fernandes trabalhar na meta carioca. Logo aos oito minutos, Fernandinho arrancou em alta velocidade, cortou da esquerda para a área e experimentou o chute. A bola saiu forte, mas bateu nas malhas laterais da baliza. Em seguida, Arthur lançou o atacante na frente da área. Fernandinho olhou para o gol e bateu, mas saiu com muito desvio em tiro de meta.

A primeira ameaça do Botafogo veio em bola parada, aos 17 minutos. Leo Valencia cruzou com perigo, mas Barrios tirou na marca do pênalti. O centroavante não teve grandes momentos lá na frente, mas ajudou em ao menos três cruzamentos do adversário.

Apesar da grande atuação, Arthur quase fez uma bobeada grave aos 20 minutos. Ele foi desarmado no meio-campo e o Botafogo quase abriu o placar no contra-ataque. Leo Valencia foi lançado na esquerda e cruzou para Matheus. Com a meta à disposição, ele cabeceou desequilibrado, à esquerda do gol.

Aos 24, Fernandinho tentou o chute em cruzamento de Cortez, mas foi barrado pela marcação. Dois minutos depois, escapou na esquerda e ganhou o escanteio. Ele mesmo cruzou e Jailson chegou cabeceando, só que mandou fraco para defesa de Gatito Fernandes. Fernandinho voltou a testar Gatito aos 33 minutos. Léo Moura cruzou na área e o atacante cabeceou firme para o gol, porém o goleirão fez ótima defesa. Antes do intervalo, ele voltou a brilhar quando Arthur driblou três marcadores e chutou forte. Gatito espalmou.

Botafogo volta pressionando

No retorno para o segundo tempo, o Botafogo acelerou o jogo e reclamou muito do primeiro lance de ataque. Logo a um minuto, Roger escorou para Gilson na área. O jogador se enrolou com Edilson e caiu pedindo pênalti, mas não levou.

Após aguentar a pressão inicial, o Tricolor voltou ao comando da partida. Aos 9 minutos, contudo, perdeu sua referência no ataque. Arthur recebeu na direita e tocou para Barrios. O paraguaio chutou forte, mas a bola explodiu na zaga. Logo depois, o atacante começou a sentir dores na perna, sendo substituído por Everton.

Aos 18, o Botafogo teve sua melhor chance numa falha estabanada da zaga do Grêmio. Gilson cruzou para a área e ninguém tirou. Cortez chegou atrasado e bateu de canela na bola. Caiu nos pés de Léo Valencia que disparou o chute, mas saiu prensado para escanteio.

Grêmio é superior e quase abre o placar

O Tricolor respondeu em seguida em boa jogada combinada. Fernandinho recuperou na frente da área e serviu Arthur. Livre para chutar, ele abriu com Ramiro, que estava impedido. O volante reclamou do companheiro que deveria ter chutado. O melhor momento do Grêmio veio aos 33 minutos, no que seria um golaço. Depois de ótima troca de bola, Arthur lançou Léo Moura, que cruzou na área. Fernandinho chegou mandando um voleio no segundo pau. A bola ia entrando no canto direito, mas Joel Carli salvou em cima da linha.

Renato lançou Thyere no lugar de Léo Moura para evitar surpresas no fim, mas foi o Tricolor que quase marcou o seu aos 44. Fernandinho cruzou na área, a zaga cortou e Ramiro chegou chutando de primeira, tirando tinta do travessão. Era dia de 0 a 0 no Engenhão.

Libertadores - Quartas de final

Botafogo 0

Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Bruno Silva, Matheus Fernandes, Léo Valencia (Marcos Vinicius) e João Paulo (Rodrigo Lindoso); Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger. Técnico: Jair Ventura

Grêmio 0

Marcelo Grohe, Edílson, Bressan, Kannemann e Cortez; Arthur, Jailson, Ramiro, Leonardo Moura (Thyere)e Fernandinho; Lucas Barrios (Everton). Técnico: Renato Gaúcho

Arbitragem: José Argote (Venezuela), com Luis Murillo (Venezuela) e Carlos López (Venezuela).

Cartões amarelos: Rodrigo Pimpão e Matheus Fernandes (B).

Público: 33.255 pagantes.

Local: Engenhão, no Rio.