Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

  • 17/02/2017
  • 12:27
  • Atualização: 12:55

Inter reconhece ter construído de forma irregular cercamento de campos no Parque Marinha

Prefeitura já tinha notificado direção colorada para retirar estruturas do local

Inter cercou campos no Parque Marinha do Brasil e admitiu o erro | Foto: Inter / Divulgação / CP memória

Inter cercou campos no Parque Marinha do Brasil e admitiu o erro | Foto: Inter / Divulgação / CP memória

  • Comentários
  • Lucas Rivas / Rádio Guaíba

A direção do Sport Club Internacional admite ter construído de forma ilegal o cercamento de campos de futebol no Parque Marinha do Brasil, em Porto Alegre. No fim de dezembro do ano passado, a Prefeitura notificou o Inter para retirar as telas à beira do Guaíba.

As estruturas foram construídas em frente à avenida Edvaldo Pereira Paiva, após o Clube ter firmado convênio com a Prefeitura para atender 300 jovens em vulnerabilidade social por meio do futebol. O local, porém, pertence ao poder público e é uma área de preservação ambiental.

Em reunião realizada entre as partes, o 1º vice-presidente do Inter, João Patrício Hermann, reconheceu a irregularidade, mas ressaltou que as ações foram realizadas pela direção passada do Clube. A reunião promovida nessa quinta-feira terminou sem definição.

Para isso, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) e a Procuradoria-Geral do Município (PGM) convocaram os diretores colorados para resolver o impasse em uma próxima reunião. A intenção das partes é resolver o imbróglio de forma amigável.

Em dezembro, o então secretário de Esportes de Porto Alegre, José Edgar Meurer, explicou que o acordo com o Inter faz parte de um projeto da pasta que visa permitir a prática de esportes para crianças filhas de pais com renda de até dois salários mínimos. No entanto, o convênio não previa o cercamento dos campos.


TAGS » Futebol, Inter, Esporte