Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Março de 2017

  • 06/01/2017
  • 08:46
  • Atualização: 09:00

Inter busca ser criativo para suprir desequilíbrio do grupo

Clube depende da finalização de mapa financeiro para realizar investimentos em reforços

Inter busca ser criativo para suprir desequilíbrio do grupo  | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Inter busca ser criativo para suprir desequilíbrio do grupo | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Fabrício Falkowski

Com os cofres raspados, a criatividade será a principal arma dos dirigentes colorados na busca por reforços para a temporada que está se iniciando. Há várias tratativas ocorrendo simultaneamente neste momento, porém, dificilmente o grupo estará fechado — nem perto disso — na próxima semana, quando ocorre a reapresentação após as férias.

“Temos de ser criativos. O Inter já tem um grupo qualificado, mas como eu já disse outra vezes, ele está desequilibrado. Precisamos de reforços para suprir carências que estão bem claras”, observa o vice-presidente de futebol, Roberto Melo. Segundo ele, há pouco dinheiro em caixa, mas isso não será empecilho: “Se tivermos de fazer investimentos, vamos fazer. Mas estamos analisando várias situações”, desconversa o dirigente. 

Em outro ponto do Beira-Rio, o novo vice de administração e finanças do Inter, Alessandro Barcellos, trabalha para conhecer melhor a realidade do clube. Desde que Marcelo Medeiros assumiu a presidência, na terça-feira, Barcellos deixou o estádio praticamente apenas para dormir. “Estamos trabalhando para viabilizar os investimentos que o futebol precisa. O clube precisa disso. Vamos trabalhar para reduzir custos em outras áreas para alavancar o futebol”, diz.

O mapa do fluxo de caixa para os próximos meses, que deverá dizer exatamente quanto e quando Roberto Melo poderá investir, ainda não foi finalizado. “Temos de trabalhar em conjunto com o futebol, mas é claro que vamos fazer investimentos com base na realidade. Ou seja, sem contratações de custos estratosféricos”, afirma Barcellos.

Empréstimo de Néris 

Por enquanto, os dirigentes do futebol contrataram o atacante Roberson, que veio sem custo porque seu contrato com o Juventude se encerrou no final de dezembro. Outro jogador pretendido, que deve ser anunciado a qualquer momento, é o zagueiro Néris, que jogou o Brasileirão pelo Santa Cruz e também deve chegar sem custo. O Inter negocia o seu empréstimo por um ano, com possibilidade de compra dos direitos após este período.

Melo procura ainda jogadores para as duas laterais — principalmente se William realmente for vendido — e para o setor ofensivo. Marcelo Cirino, atacante observado pelo clube há pelo menos três temporadas, é um dos objetivos, mas o Flamengo fez um investimento alto para tirá-lo do Atlético-PR há dois anos e exige uma compensação proporcional do Inter. O grupo colorado volta ao trabalho na próxima quarta-feira (dia 11). O primeiro jogo oficial está marcado para 1º de fevereiro, contra o Brasil de Pelotas, no Beira-Rio, pela Primeira Liga.