Correio do Povo | Notícias | Inter busca exemplos para jogar Série B

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017

  • 09/01/2017
  • 08:19
  • Atualização: 08:24

Inter busca exemplos para jogar Série B

Volta por cima de Palmeiras e Corinthians são referências para o clube

Após ser rebaixado em 2012, Palmeiras venceu a Série B em 2013 e no ano passado foi campeão brasileiro | Foto: Folhapress / CP Memória

Após ser rebaixado em 2012, Palmeiras venceu a Série B em 2013 e no ano passado foi campeão brasileiro | Foto: Folhapress / CP Memória

  • Comentários
  • Fabrício Falkowski

Gramados ruins, estádios modestos e adversários diferentes. Por vários aspectos, a realidade que o Inter vai enfrentar em 2017, especialmente na Série B, é diferente daquela à qual ele está habituado. Por isso, o clube faz uma verdadeira imersão na competição que começa em maio, analisando o comportamento de outros grandes que caíram. Os exemplos mais recentes são Palmeiras e Corinthians.

Inter precisa se adaptar à Série B, diz Lacher

Ambos jogaram a segunda divisão e voltaram mais fortes. O primeiro disputou a Série B em 2013 e foi campeão brasileiro ano passado. O Corinthians caiu em 2007 e jogou a Segundona no ano seguinte. Quatro anos mais tarde, foi campeão da Libertadores e do Mundo. Mais do que buscar inspiração nesses clubes, os dirigentes colorados querem saber como eles subiram. Que tipo de jogadores contrataram, que dificuldades encontraram pelo caminho. “O Inter nunca jogou a Série B, que é uma competição completamente diferente. Não temos experiência, por isso, precisamos estudá-la”, enfatiza o vice-presidente de futebol, Roberto Melo.

O perfil das contratações se altera um pouco também. Independentemente da idade, é fundamental que os jogadores ainda tenham ambição profissional forte. Acomodados, em uma fase estabilizada da carreira, não têm espaço. As viagens são bem diferentes da Série A, e os gramados, em geral, não têm a mesma qualidade. “Temos um levantamento dos últimos anos, principalmente dos grandes clubes que caíram e subiram, com informações estatísticas e como foram as campanhas. Estamos nos cercando de informações para evitar surpresas”, finaliza o vice-presidente de planejamento, Eduardo Lacher.


TAGS » Futebol, Inter, Esporte