Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 26 de Maio de 2017

  • 18/03/2017
  • 09:32
  • Atualização: 09:54

Léo Ortiz lembra confrontos na base e projeta “grande jogo” com Corinthians

Clube paulista será adversário do Inter na próxima fase da Copa do Brasil

Defensor lembrou que enfrentou o clube paulista diversas vezes na base | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Defensor lembrou que enfrentou o clube paulista diversas vezes na base | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O sorteio realizado pela CBF nessa sexta-feira definiu o Corinthians como o adversário do Inter na quarta fase da Copa do Brasil. Após o treino, o zagueiro Léo Ortiz projetou o confronto. O defensor lembrou que enfrentou o clube paulista diversas vezes na base e acredita que os dois times farão grandes jogos.

“Enfrentamos eles seis vezes ano passado no sub-20. É uma rivalidade boa, nacional e um jogo grande. Aconteceu desse confronto vir cedo, mas a gente está pensando agora no Gauchão. Vai chegar o jogo no Corinthians, partida grande, sem favoritos e vamos nos preparar bem quando chegar perto”, afirmou o zagueiro.

Antes da Copa do Brasil, o Inter terá que definir a sua situação na fase classificatória do Campeonato Gaúcho. Neste sábado, o adversário será o São Paulo de Rio Grande no Beira-Rio. Nesta partida, Ortiz terá um novo companheiro na zaga. Paulão, suspenso, dará lugar a Ernando. O jovem zagueiro admitiu que as características dos dois são diferentes, mas não teme problema por falta de entrosamento.

“As características deles são diferentes. O Ernando sai bem pelo jogo pela esquerda. No treino eu fiquei pela direita. A parceria é boa, a gente é acostumado a treinar com todos os zagueiros. Conversamos bem ali no treino e nos conhecemos bem da pré-temporada”, disse Ortiz, que espera que o Inter não repita amanhã erros de outras partidas do Gauchão.

“A gente está confiante, sabe que as coisas não estão dando tão certo no Gauchão, mas está procurando acertar os detalhes que estão errados para conseguir melhorar nesses quatro jogos finais, que são quatro finais”, projetou.