Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

  • 15/07/2017
  • 19:39
  • Atualização: 19:41

“Faltou muita coisa”, diz Guto Ferreira

Treinador teve dificuldade para explicar problemas do Inter na derrota para o CRB

Entrada de Carlos não deu o efeito que Guto Ferreira esperava | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Entrada de Carlos não deu o efeito que Guto Ferreira esperava | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Decepção. Esse foi o clima nas entrevistas do Inter após a derrota para o CRB neste sábado no estádio Rei Pelé. Tanto o técnico Guto Ferreira quanto o vice de futebol Roberto Melo tiveram dificuldades para explicar a má atuação da equipe. O treinador admitiu o desempenho ruim e optou por projetar já uma recuperação na partida com o Luverdense na próxima terça-feira no Beira-Rio.

“Faltou muita coisa. Até começamos criando algumas situações, mas no decorrer do jogo a coisa não fluiu como esperávamos. Ficamos aquém no jogo e fomos batido. Agora é olhar para frente e buscar fazer dentro de casa o que a gente não vem fazendo. Temos de buscar em casa pontos que não podemos mais perder. A campanha fora é boa, nos colocaria na Série A. Em casa é péssima e temos de buscar melhoria de desempenho e resultados”, disse Guto logo em sua primeira resposta.

O Inter que tinha dificuldade para infiltrar na defesa do CRB no começo do segundo tempo acabou tendo uma queda de desempenho após as mudanças de Guto Ferreira ao longo da segunda etapa. O treinador foi questionado sobre suas alterações e disse que precisava abrir a equipe. Ele admitiu não ter tido sucesso nas trocas, mas mais uma vez não encontrou palavras para explicar os problemas.

“Tivemos que abrir o time. O Cláudio (Winck) vinha tendo dificuldade na beirada e o Edenilson passa bem por ali. Com o Carlos a gente queria ter mais uma opção na frente. É aquela história, quando acerta você é bestial e besta quando erra. Hoje eu fui o besta”, afirmou o treinador mostrando até um bom humor.

No mesmo tom, o vice de futebol Roberto Melo afirmou que esperava pela repetição da boa atuação da vitória sobre o Ceará e pediu trabalho para equipe sair dessa situação. “Faltou um melhor desempenho. Não tivemos a evolução que a gente esperava. O Inter não conseguiu manter uma sequência de bons jogos ainda. Esperávamos manter o nível dos últimos dois jogos e não conseguimos. É trabalhar para ter essa sequência. Só quando tivermos isso é que vamos ter tranquilidade”, declarou.

O Inter volta a campo na próxima terça-feira, às 21h30min, para enfrentar o Luverdense no Beira-Rio. Com a derrota para o CRB, o Colorado caiu para a sexta posição. O time alagoano se aproveitou da vitória do Paysandu sobre o Vila Nova para entrar no G4.