Porto Alegre

26ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

Vitrine > Rui Spohr

ANO 117 Nº 366 - PORTO ALEGRE, DOMINGO, 30 DE SETEMBRO DE 2012

Aposte nas rendas.

Aposte nas rendas.

Acredito que todas sabem que a renda é um grande tecido, ou melhor, uma grande ideia para realizar um grande vestido de festa. Suas inúmeras apresentações nos mais diferentes fios produzem belos trajes de festa e muitas vezes originais versões esportivas. Rendas das mais finas e sofisticadas podem custar uns bons mil reais o metro, mas há outras por preço mais acessível. Para e valorizá-las, rebordar é uma grande solução. A renda "quipure", na maioria das vezes, é lindamente trabalhada com um fio de algodão e fica mais encorpada. Muitas vezes, seus motivos geométricos ou florais são conjugados com um fio de seda, produzindo texturas com mais ou menos brilho. Originalmente, são encontradas no mercado na cor branco e, em menor quantidade, em preto e vermelho.

Conhecendo técnicas de tingimento, pode-se alcançar as mais diferentes cores e tonalidades bem especiais e criativas.

Um dos grandes efeitos que conseguimos trabalhando a renda, é explorar suas transparências, seja nos decotes ou seja nos braços. Está muito atual também a transparência nas pernas, fazendo sutilmente a passagem com a renda recortada sobre uma musselina. Isso requer certa habilidade ou, melhor dito, sensibilidade.

A tonalidade mais difícil de conseguir é a renda dourada sem brilho e fosca, um verdadeiro luxo!

A renda branca tem sido, ultimamente, o tecido preferido para vestidos de noiva, o que torna tudo muito parecido. Cuidado, pois. Uma das leis que regem o "estar moderna e atual" é não seguir a "mesmice". Nada de ficar repetindo a ideia básica que todos já conhecem.

Uma variação para a renda são os tules bordados, cujos desenhos imitam muito bem os requisitos básicos da renda, dando sempre maior leveza, principalmente para um traje romântico.

Detalhe: quanto maior a barra trabalhada desses dois tecidos, mais valor e beleza se agregam. Duas barras laterais aumentam as possibilidades na criação de um modelo.

Aposte na renda ou na versão em tule bordado. Quanto maior a qualidade de desenhos e de fios, obviamente, maior será o valor. Tecidos nobres são bons exemplos das duas correntes que disputam a preferência e o real sucesso da temporada: minimalismo ou um grande e audacioso estilo rococó. Assunto para pensar e definir o verdadeiro conceito de luxo.

Gostei...

... realmente, de um jantar tradicional da gastronomia japonesa no restaurante Daimu. Pratos muito bem apresentados, verdadeiras pinturas em aquarela com todos os seus matizes. Sentir e constatar a sutil diferença entre uma porção e outra, numa verdadeira degustação onde o sutil, o requinte e a sofisticação estão conjugados. Uma bela experiência com descobertas e novas possibilidades de gostar da cozinha japonesa. Tudo isto acrescido da simpatia e humildade dos mestres da cozinha, na Dinarte Ribeiro, 169. Aplausos.