Correio do Povo | Notícias | Estudante gaúcha é destaque em Olimpíada de Astronomia

Porto Alegre, domingo, 22 de Setembro de 2019

  • 04/10/2015
  • 11:32
  • Atualização: 11:42

Estudante gaúcha é destaque em Olimpíada de Astronomia

Aluna do Colégio Militar conquistou três premiações no Rio de Janeiro

Aluna do Colégio Militar conquistou três premiações no Rio de Janeiro | Foto: Divulgação CP

Aluna do Colégio Militar conquistou três premiações no Rio de Janeiro | Foto: Divulgação CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Uma estudante gaúcha foi grande destaque brasileiro na VII Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica. Ana Paula Lopes Schuch, do 3º ano do Ensino Médio, vai completar os estudos no Colégico Militar de Porto Alegre com distinção após conquistar a medalha de ouro da competição estudantil, além de receber premiações nas provas individuais e de foguetes.

O Brasil conquistou um total de cinco medalhas. Além de Ana Paula, Gustavo Guedes Faria, Renner Leite Lucena e Vitor Gomes ganharam ouro, e Leonardo Martins ficou com prata. Gustavo teve a maior nota geral dentre os 38 participantes de oito países.

A Olimpíada Latino Americana de Astronomia e Astronáutica é um evento acadêmico e científico sobre astronomia e ciências afins, no qual 10 países latino-americanos se encontram para compartilhar conhecimentos, criar links de comunicação e colaboração, conhecer e trocar experiências educacionais, práticas de ensino e promover o desenvolvimento dos conhecimentos científicos em Astronomia e Astronáutica. A OLAA foi fundada em 2008 e, em 2009, o Brasil realizou sua primeira edição.

A sétima edição do evento terminou neste domingo, no Hotel Fazenda Ribeirão, localizado a 200 quilômetros do Rio de Janeiro. Se inscreveram equipes de Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, da Bolívia, Colômbia e do México. A equipe brasileira foi composta pelos cinco melhores alunos da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) do ano passado, selecionados entre 100 mil estudantes do Ensino Médio.

Essa olimpíada científica tem provas teóricas individuais e em grupos de três alunos de países diferentes. Há uma prova individual de reconhecimento do céu dentro de um planetário e uma prova de céu real envolvendo o manuseio de telescópio. Outra prova em grupo, também multinacional, desafia os estudantes a construir uma base de lançamento de foguetes, além do próprio foguete, e a simulação do lançamento. Tudo feito com garrafas Pet.

Ana Paula é uma das mais destacadas e laureadas alunas do Colégio Militar em olimpíadas científicas, sendo multimedalhista de ouro em várias competições locais e nacionais, principalmente de Matemática, Física e Astronomia. Seu Orientador é o professor Luiz Carlos Gomes, criador e orientador do Clube de Astronomia da escola que, desde o ano de 2001, já teve oito alunos selecionados para representar o Brasil em olimpíadas internacionais dessa área.