Correio do Povo | Notícias | Capivara chama atenção em Uruguaiana

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

  • 04/01/2019
  • 18:52
  • Atualização: 19:33

Capivara chama atenção em Uruguaiana

Animal foi capturado e devolvido a um banhado entorno do município

Capivara aparece em área aduaneira de Uruguaiana | Foto: Divulgação / Segtran / CP

Capivara aparece em área aduaneira de Uruguaiana | Foto: Divulgação / Segtran / CP

  • Comentários
  • Fred Marcovici

Em meio aos turistas argentinos, despachantes, funcionários e servidores, uma capivara "capincho" chamou a atenção na manhã desta sexta-feira em Uruguaiana. O mamífero foi encontrado na Aduana Brasileira do município e estava assustado em busca de uma saída. Uma equipe da Ronda Ostensiva Municipal Urbana (Romu) – a pedido da Receita Federal – capturou o roedor e o devolveu a um banhado no entorno da cidade.

O supervisor regional da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Fábio Gallarreta, atribui a uma combinação de fatores como causa do aparecimento de animais silvestres em áreas urbanas. Segundo ele, ao longo dos anos tem havido uma razoável educação ambiental que permite o crescimento populacional dos animais e, simultaneamente, a redução de campo para alimentar as espécies em reprodução.

No caso das capivaras, as chuvas dos últimos dias e o nível do rio Uruguai alterado – dificultando o acesso aos campos – fazem que passem a procurar alimento mesmo que distante do habitat original.

Há meses, veados-campeiros e jacarés já tinham sido detectados em áreas urbanas. O surgimento de exemplares da espécie, protegida por lei, pode ser atribuído à redução dos predadores naturais ou ao desconforto provocado pela intervenção humana no habitat natural dos “capinchos”. Desde setembro de 2018, se debate a liberação ou não da caça por considerarem haver uma superpopulação do roedor nos campos.