Porto Alegre

25ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

  • 10/01/2018
  • 12:36
  • Atualização: 12:46

Planejamento vê queda do IPCA como mais um resultado favorável na economia

Índice representou menor variação desde 1998 e a segunda menor inflação desde o início do cálculo

Índice representou menor variação desde 1998 e a segunda menor inflação desde o início do cálculo  | Foto: USP Imagens / CP Memória

Índice representou menor variação desde 1998 e a segunda menor inflação desde o início do cálculo | Foto: USP Imagens / CP Memória

  • Comentários
  • AE

O Ministério do Planejamento divulgou nota nesta quarta-feira comentando a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2017, que ficou em 2,95%, abaixo do piso (3%) da meta para o ano passado. A pasta destacou que essa é a menor variação desde 1998 e a segunda menor inflação de um ano desde que a o IPCA começou a ser calculado, em 1980.

"O ano de 2017 terminou com resultados favoráveis no campo econômico. Saímos da maior recessão da nossa história, com dois anos seguidos de queda no PIB, voltamos a gerar empregos e a inflação, como divulgada hoje pelo IBGE, mostrou recuo de maneira significativa", avaliou o Planejamento.O ministério destacou ainda que a deflação de 1,87% no grupo Alimentos e Bebidas elevou o poder de compra do orçamento das famílias brasileiras. Desde 2010, reforçou a pasta, os preços de alimentos e bebidas tinham elevação média superior a 9% por ano.

"Para 2018, os analistas de mercado, de acordo com Boletim Focus, projetam que a inflação ficará abaixo de 4%, novamente inferior ao centro da meta. Com a inflação sob controle, o País pode dar continuidade ao processo de recuperação do crescimento econômico em curso gerando empregos e aumentando a renda das famílias", concluiu o Planejamento.