Correio do Povo | Notícias | Faculdade de Santa Maria suspende rematrícula de alunos que criticaram instituição em rede social

Porto Alegre

28ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

  • 10/01/2017
  • 17:53
  • Atualização: 17:57

Faculdade de Santa Maria suspende rematrícula de alunos que criticaram instituição em rede social

Conforme relato de estudante, decisão da Fisma atinge alunos matriculados pelo Fies e pelo ProUni

  • Comentários
  • Bibiana Dihl / Rádio Guaíba

 A Faculdade Integrada de Santa Maria (Fisma) suspendeu, na última semana, as rematrículas de um grupo de alunos que criticaram a instituição em postagens no Facebook. A assessoria de imprensa da faculdade confirmou a suspensão das rematrículas, mas não soube informar quantos alunos estão envolvidos na polêmica.

Em novembro do ano passado, uma aluna de Psicologia relatou, na rede social, que “vários professores são dispensados sem nenhuma explicação para os alunos, sem considerar a proximidade com o final do semestre, as avaliações marcadas, o conteúdo dado, sem nem mesmo permitir que pudéssemos nos despedir dos mestres direito”. Ainda conforme o relato da estudante, “os alunos, depois de matriculados, são ignorados e desrespeitados com uma frequência inacreditável”.

Por telefone, a assessoria de imprensa da Fisma confirmou que abriu um processo administrativo contra os alunos que criticaram publicamente a instituição. A decisão vai ser revista em até 10 dias. Em 6 de janeiro, a mesma estudante publicou, no Facebook, que houve retaliação a alunos matriculados pelo Fies e pelo ProUni. Em um dos comentários, a usuária chega a escrever: “O diretor disse que não me deixará fazer a matrícula antes de explicar o que eu disse”.

A reportagem da Rádio Guaíba tentou, mas não conseguiu contato com a aluna, já que, conforme a Fisma, há uma reunião entre os estudantes e a faculdade na tarde desta terça-feira.