Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

  • 12/11/2017
  • 16:15
  • Atualização: 16:31

Candidatos têm até as 18h para concluir provas do Enem

Em Porto Alegre, movimento foi tranquilo nos principais locais de prova

Estudantes aguardando a abertura dos portões no Julinho, em Porto Alegre | Foto: Guilherme Testa

Estudantes aguardando a abertura dos portões no Julinho, em Porto Alegre | Foto: Guilherme Testa

  • Comentários
  • Marco Ruas

O segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) mobiliza milhares de estudantes no Rio Grande do Sul. Com um volume de abstenção no primeiro final de semana de 29,10% no Estado, a expectativa é de que pelo menos 208.867 candidatos estejam realizando a prova na tarde deste domingo. Na segunda parte do Enem, os alunos testam seus conhecimentos em Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. Os candidatos têm até as 18h para concluir as provas.

No Colégio Estadual Júlio de Castilhos, em Porto Alegre, faltava dois passos para o porteiro fechar o portão quando o último estudante entrou correndo. Entretanto, a movimentação em um dos principais locais de prova na capital gaúcha foi tranquila. Ainda faltando 10 minutos para o fechamento do portão, praticamente todos os candidatos já tinham se encaminhado para suas salas. O primeiro aviso para que os estudantes aguardassem nas salas foi às 12h25. Quando faltavam 15 minutos, a coordenadora da prova na instituição, Fernando Schmidt, fez um novo aviso. “O movimento tem sido tranquilo. Não houve nenhum atraso no primeiro dia de provas”, relatou.

Segundo ela, o Júlio de Castilhos tem capacidade para receber 1.260 estudantes. No primeiro dia, 820 candidatos compareceram e 396 faltaram. “O candidato que faltou pode vir hoje. O Enem é diferente dos vestibulares em universidade. Há quem venha para conhecer a prova”, argumentou.

Além da inédita realização do exame em dois domingos consecutivos, os candidatos consideraram as provas ‘menos cansativas’, apesar do elevado grau de dificuldade. “O primeiro dia foi mais tranquilo. Hoje, é mais complicado. Tem mais nervosismo”, afirmou Marina Schneider, 16 anos, que realizou o Enem pela primeira vez, como teste. Ela está no segundo ano do ensino médio e pretende cursar Pedagogia. “Espero uma prova bem puxada. Matemática é mais difícil. Estou confiante, mas sei que vai ser difícil”, disse.

Assim como ela, Jaqueline Andres, 45, também esperava ter mais dificuldade em matemática. Ela realizou o exame pela segunda vez e precisava melhorar a nota na matéria para ganhar uma vaga no curso de Serviço Social.

Enem no RS

No Rio Grande do Sul, 294.591 candidatos se inscreveram para o Enem 2017 – 29,7%. Eles farão a prova em 106 municípios do Estado. Quase 60% são mulheres e, no todo, 65,1% já concluiu o Ensino Médio, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).