Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Março de 2017

  • 06/03/2017
  • 12:17
  • Atualização: 12:35

Ano letivo começa para mais de 2,7 mil estudantes no Rio Grande do Sul

Ensino estadual terá recesso entre 20 e 30 de julho e encerrará atividades em 22 de dezembro

Começam as aulas nas escolas públicas do RS | Foto: Guilherme Testa

Começam as aulas nas escolas públicas do RS | Foto: Guilherme Testa

  • Comentários
  • Henrique Massaro

Para os estudantes da rede estadual de Educação, 2017 começou oficialmente na manhã desta segunda-feira. Com o início do ano letivo, as 2,5 mil escolas voltaram a receber o movimento dos mais de 2,7 mil estudantes para o primeiro dia dos 200 dias de aula estabelecidos pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). Com o calendário definido, o ensino estadual terá recesso entre 20 e 30 de julho e encerrará suas atividades no dia 22 de dezembro.

No bairro Santana, em Porto Alegre, o Colégio Estadual Júlio de Castilhos era uma das instituições recebendo os alunos no retorno às aulas. Por volta das 7h30min, entre os estudantes que iam chegando ao local, estavam Daniel Shenke, de 15 anos, Mateus Costa, 15, e Andrei Xavier, 16. Os três se preparavam para iniciar no 1º ano do Ensino Médio. “Espero um ano bom, que venha notas boas”, comentou Andrei, que começava seu primeiro ano como aluno do Julinho. Já para Mateus, a expectativa era outra. Ele relatou que não havia encontrado sua sala de aula, pois teria ocorrido um problema com sua matrícula.

O governo do Estado informou que, para este ano, foi feito um investimento de R$ 97 milhões, aplicados na estrutura da Educação. Os recursos contemplaram reformas e ampliações de prédios, mobiliário novo, contratação de técnicos de nutrição para auxiliar nos cardápiots e aumento da rede transporte escolar. Os valores foram passados às escolas e cada uma precisou escolher prioridades. Além disso, as instuições foram as responsáveis pela contratação das prestadoras dos serviços.

Com o custo de R$ 11,2 milhões, 79 escolas tiveram as obras concluídas entre o segundo semestre do ano passado e os primeiros meses deste ano. Já os R$ 15 milhões, vindos de um convênio firmado com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), serviram para a entrega de 80 mil conjuntos de mesas e cadeiras. Houve, ainda, R$ 20 milhões da Consulta Popular, que possibilitaram a aquisição de equipamentos definidos pelas escolas como prioridade em laboratórios e cozinha.


TAGS » Educação, Ensino, RS