Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 24 de Setembro de 2017

  • 30/03/2017
  • 11:56

Ufrgs divulga lista de leituras obrigatórias para vestibular 2018

Valter Hugo Mãe, Carolina Maria de Jesus, Michel Laub e o álbum Elis&Tom integram concurso

Ufrgs divulga lista de leituras obrigatórias para vestibular 2018 | Foto: Paulo Nunes / CP Memória

Ufrgs divulga lista de leituras obrigatórias para vestibular 2018 | Foto: Paulo Nunes / CP Memória

  • Comentários
  • Correio do Povo

*Com informações da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) divulgou nesta quinta-feira, a relação de leituras obrigatórias para o vestibular 2018. Conforme ocorre todos os anos, a lista foi renovada e conta com quatro novas obras: A máquina de fazer espanhóis, de Valter Hugo Mãe; Quarto de despejo, de Carolina Maria de Jesus; Diário da queda, de Michel Laub; e o álbum/disco Elis & Tom, de 1974.

Permanecem na relação, a coletânea com 17 textos de Fernando Pessoa, os livros O Continente de Érico Veríssimo; a peça teatral Gota D'Água de Chico Buarque e Paulo Pontes; Morangos Mofados do Caio Fernando Abreu; a Hora da Estrela de Clarice Lispector; O Cortiço de Aluísio Azevedo; Dom Casmurro de Machado de Assis; e Sermão pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal Contra as de Holanda; Sermão da Sexagésima; Sermão de Santo António aos Peixes do Pe. Antônio Vieira.

São exigidas, no total, as leituras de doze obras que serão cobradas em questões objetivas no vestibular.

Sobre as novas leituras

O texto de Carolina Maria de Jesus traz à lista de leituras obrigatórias uma autora que representa a mulher negra, excluída, que durante muitos anos não apareceu na Literatura. Além disso, trata-se de uma escrita em que a mulher é protagonista, dona da própria voz. A professora de Literatura Marcia Ivana de Lima e Silva comenta que a mineira Carolina Maria de Jesus produz a desestruturação da linguagem, não apresentando preocupação com regras gramaticais consolidadas. Quarto de Despejo, de 1963, é o primeiro livro da escritora e contém memórias de Carolina na forma de um relato-desabafo.

O Concurso Vestibular verifica os conhecimentos dos estudantes, mas também indica o caminho a seguir no Ensino Médio. É importante pensar a lista de leituras obrigatórias por esse aspecto, comenta a professora de Literatura Marcia Ivana. Nesse sentido, a inclusão de Carolina traz uma autora reconhecida sempre como marginal para dentro do cânone literário, afirma Marcia.

Michel Laub, gaúcho de Porto Alegre, representa na lista a Literatura Contemporânea, de grande aproximação ao público do Ensino Médio: jovem e urbano. O português, nascido em Angola, Valter Hugo Mãe atende a uma característica da lista de incluir autores tradicionais e contemporâneos em língua portuguesa. Mãe tem como tema de sua obra a identidade dos portugueses.

Mantendo a presença de um álbum, a lista traz neste ano o Disco Elis & Tom, de 1974. A inclusão desta obra, que tem imenso valor artístico, reforça a concepção da canção como literatura, além de destacar a ideia de álbum como obra pensada em um todo, não como músicas avulsas. O disco original de 1974 envolve duas figuras importantíssimas da música brasileira, Elis Regina e Tom Jobim, e ainda contém várias letras de Vinicius de Moraes.