Porto Alegre

12ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

  • 10/01/2017
  • 19:04
  • Atualização: 19:17

Guaíba reflete estragos da chuva com turbidez na água

Coloração escura não apresenta riscos para qualidade da água que abastece a população

Coloração escura não apresenta riscos para qualidade da água que abastece a população da região | Foto: Mauro Schaefer

Coloração escura não apresenta riscos para qualidade da água que abastece a população da região | Foto: Mauro Schaefer

  • Comentários
  • Jézica Bruno

O Guaíba estampa, desde o começo desta semana, o reflexo da chuva forte que devastou casas e plantações e deixou o município de Rolante, no Vale do Paranhana, isolado. Uma mancha de lama, de cor marrom, causou turbidez na água e pode ser vista de diversas regiões de Porto Alegre, assim como em outros municípios. A coloração escura na água deve chegar até a Lagoa dos Patos, com apresentação de melhora durante o percurso, mas não apresenta riscos para a qualidade da água que abastece a população.

O que causou a mancha foi o transporte do solo que escorregou das partes altas das encostas, devido às chuvas intensas, segundo o diretor do Departamento de Recursos Hídricos (DHR/Sema), Fernando Meirelles. “Basicamente, o que está chegando é argila e silte, mas deve ser avaliado o assoreamento dos rios da bacia pelo depósito de areia”, explicou.  Meirelles informou que técnicos da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) foram até a bacia nesta terça-fera, e o DRH/Sema está programando uma ação conjunta com o Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH) da Ufrgs, para avaliação das cicatrizes dos deslizamentos e avaliação dos riscos de novas ocorrências.

“Situações como estas são afeitas à gestão de riscos de desastres naturais, que é objeto da proposta da Política Estadual de Gestão de Riscos de Desastres Naturais, que está na análise jurídica final na Secretaria Estadual do Meio Ambiente e que será transformada em projeto de lei para envio à Assembleia, depois de passar pela Casa Civil”, frisou Meirelles.

Fator preocupante para quem observa o Guaíba em sua nova coloração é a qualidade da água. O diretor-geral do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) Rafael Newton Zaneti, no entanto, descartou qualquer prejuízo à saúde da população. “Não existem elementos para uma situação de risco. A turbidez não chegou a alterar o nível de potabilidade e nem a fazer com que diminuíssemos a capacidade de tratamento”, afirmou, destacando que equipes do Dmae realizaram análises de turbidez e o resultado não foi superior a 200 NTU, situação que não compromete a qualidade.

No Rio dos Sinos, onde houve prejuízos aos sistemas de abastecimento nas cidades do Vale dos Sinos, as amostras de turbidez foram superior a 2 mil NTU. Segundo a Corsan, os sistemas de abastecimento estão em fase de normalização. Em Canoas, o abastecimento dos bairros atingidos foi normalizado. Em Esteio, Sapucaia do Sul, Campo Bom, Sapiranga, Portão e Estância Velha, o fornecimento está em fase de regularização, o que deve acontecer de forma gradativa. Em Nova Santa Rita, o abastecimento estava previsto para ser regularizado durante a noite desta terça-feira.