Correio do Povo | Notícias | Em assembleia, servidores de Porto Alegre decidem manter a greve

Porto Alegre, domingo, 16 de Junho de 2019

  • 18/10/2017
  • 10:09
  • Atualização: 14:20

Em assembleia, servidores de Porto Alegre decidem manter a greve

Paralisação ocorre desde o último dia 5

Servidores votaram por permanecer em greve | Foto: Simpa / Divulgação / CP

Servidores votaram por permanecer em greve | Foto: Simpa / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Em assembleia geral, realizada na noite de terça-feira, servidores do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre decidiram manter a greve por tempo inderteminado. 

O Simpa esperava se reunir ontem com o prefeito Nelson Marchenzan Júnior, mas não conseguiu. Os servidores estão paralisados desde o último dia 5. A mobilização é contra o parcelamento dos salários - que ocorre desde junho. Eles reivindicam também a retirada de projetos de lei enviados pela Prefeitura à Câmara Municipal que alteram o Estatuto dos Funcionários Públicos e a Lei Orgânica. 

Nesta quarta-feira, o Simpa faz mais uma manifestanção no Paço Municipal, com concentração às 8h e depois vigília em frente à Câmara. E a próxima assembleia geral está marcada para o dia 24, às 14h, na Casa do Gaúcho. Os servidores optaram ainda por realizar reuniões por secretarias.

• Após ocupação do MST, atendimento no Incra é suspenso

Programação

Hoje

- Ato no Paço Municipal, das 8h às 11h;

- Vigília na Câmara, às 13h;

Quinta-feira

- Concentração a partir das 8h na Secretaria Municipal de Saúde e caminhada até a Câmara Municipal (

Sexta-feira

- Concentração no Paço Municipal às 8h30

- Ato contra a intolerância religiosa no Paço Municipal às 10h30

Sábado

- Acompanhar o Prefeitura nos Bairros, das 10h às 16h, no campo de futebol da Vila Nova Brasília, Sarandi;