Correio do Povo | Notícias | Morre policial que estava em helicóptero da PM que caiu no Rio

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de Junho de 2019

  • 14/01/2019
  • 12:55
  • Atualização: 13:00

Morre policial que estava em helicóptero da PM que caiu no Rio

Quatro agentes estavam em aeronave; três foram socorridos e estão fora de perigo

Quatro agentes estavam em aeronave | Foto: Fábio Motta / Estadão Conteúdo / CP

Quatro agentes estavam em aeronave | Foto: Fábio Motta / Estadão Conteúdo / CP

  • Comentários
  • R7

Um dos policiais que estavam no helicóptero da PM que caiu na manhã desta segunda-feira na Baía de Guanabara morreu. A informação foi confirmada pela Polícia Militar por volta das 11h40min.

O Corpo de Bombeiros confirmou que quatro agentes estavam na aeronave. Segundo a PM, os outros três estão fora de perigo. Os quatro foram encaminhados ao Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio, região central da cidade.

O sargento Felipe Marques de Queiroz, de 37 anos foi submetido a procedimentos de reanimação e foi socorrido no hospital, mas não resistiu. De acordo com a PM, ele estava na corporação desde 2005, era casado e deixa três filhos.

Pane mecânica teria provocado a queda

Segundo informações da RecordTV, uma pane mecânica teria provocado a queda do helicóptero da PM na Baía de Guanabara, próximo à comunidade Parque União e ao complexo de favelas da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, por volta das 9h. O helicóptero Fênix 8, do Grupamento Aeromóvel, sobrevoava a região reforçando o patrulhamento na Linha Vermelha.

Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Militar, durante o monitoramento aéreo da via, houve necessidade de fazer um pouso forçado na água. Ainda de acordo com a PM, a aeronave estava com a manutenção regularizada. A possibilidade de a aeronave ter sido atingida por disparos também não foi descartada, devido à presença de comunidades na região do acidente.