Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

  • 10/01/2017
  • 21:24
  • Atualização: 21:56

Relatório reforça tese de auxílio dos russos à campanha de Trump, afirma CNN

Dossiê mostra repetidos contatos de funcionários da campanha do republicano com intermediários da Rússia

Dossiê mostra repetidos contatos de funcionários da campanha do republicano com intermediários da Rússia | Foto: Drew Angerer / AFP / Getty Images / CP

Dossiê mostra repetidos contatos de funcionários da campanha do republicano com intermediários da Rússia | Foto: Drew Angerer / AFP / Getty Images / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O relatório das agências de inteligência sobre a suposta manipulação da Rússia nas eleições dos Estados Unidos indica que, além de dados contra Hillary Clinton, os operativos russos também obtiveram material que poderia causar danos a Donald Trump. De acordo com os documentos, apresentados ao presidente-eleito, o fato de não tornarem públicas as informações, indicam ainda mais fortemente a agenda russa para inclinar o pleito a favor do republicano.

As informações preliminares sobre o relatório foram divulgadas, na noite desta terça-feira, pela rede de notícias CNN. Os documentos foram apresentados para o presidente Barack Obama e para Donald Trump por quatro diretores de FBI, CIA, DNI e NSA.

Além dessas revelações, conforme as agências de inteligência, as investigações indicam que houve constante troca de informação entre funcionários da campanha de Trump e intermediários da Rússia. O memorando foi exibido para o presidente-eleito, mas não há informações sobre sua reação, segundo a CNN.