Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 25 de Abril de 2017

  • 20/04/2017
  • 16:22
  • Atualização: 16:24

Conselho de Segurança da ONU ameaça Coreia do Norte com novas sanções

Integrantes mostraram preocupação com "conduta altamente desestabilizadora" do país asiático

Conselho de Segurança da ONU ameaça Coreia do Norte com novas sanções | Foto: Ed Jones / AFP / CP

Conselho de Segurança da ONU ameaça Coreia do Norte com novas sanções | Foto: Ed Jones / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O Conselho de Segurança da ONU condenou firmemente nesta quinta-feira o último teste de míssil da Coreia do Norte e ameaçou impor novas sanções contra o país por sua "conduta altamente desestabilizadora".

Em uma declaração adotada por unanimidade, o Conselho solicitou à Coreia do Norte que "não realize mais testes nucleares" e expressou que as "atividades ilegais com mísseis" de Pyongyang estão "aumentando enormemente a tensão na região e fora dela".

Ao mesmo tempo, ameaçou "tomar outras medidas significativas, incluindo sanções", para responder à crise surgida pelos lançamentos de mísseis norte-coreanos.

Em declarações anteriores, o Conselho já havia ameaçado tomar atitudes, mas desta vez o texto especificou a palavra "sanções", destacando um tom mais duro do Conselho.

O corpo executivo das Nações Unidas aprovou um projeto de resolução proposto pelos Estados Unidos, depois que a Rússia insistiu na necessidade de alcançar uma solução pacífica "por meio do diálogo" e a incluiu na versão final do texto.

A Rússia bloqueou a versão anterior da declaração, emitida depois que Pyongyang realizou um teste frustrado no domingo, quando a China, aliado da Coreia do Norte, apoiou o projeto.

O embaixador interino da Rússia, Petr Iliichev, negou ter bloqueado a declaração e disse que os Estados Unidos romperam "de modo abrupto" as conversas sobre uma postura consensual.