Correio do Povo | Notícias | Papa visitará países bálticos em setembro

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

  • 09/03/2018
  • 11:32
  • Atualização: 11:37

Papa visitará países bálticos em setembro

Região da Lituânia, Letônia e Estônia irá comemorar seu centenário

Papa visitará países bálticos em setembro | Foto: Alberto Pizzoli / AFP / CP

Papa visitará países bálticos em setembro | Foto: Alberto Pizzoli / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O papa Francisco visitará os países bálticos, Lituânia, Letônia e Estônia, de 22 a 25 de setembro, anunciou nesta sexta-feira o Vaticano. A visita papal havia sido antecipada em novembro pelos presidentes dos três países bálticos, que celebram em 2018 o centenário de sua independência. De acordo com o porta-voz do Vaticano, Greg Burke, o papa visitará as cidades de Vilna e Kaunas na Lituânia, Aglona na Letônia e Tallin na Estônia.

O programa detalhado da viagem ainda será divulgado. "É uma grande oportunidade, porque os países do Báltico celebrarão seu centenário", afirmou em novembro a presidente da Lituânia, Dalia Grybauskaite. Lituânia, país católico, e Estônia, laico, celebraram em fevereiro os 100 anos de independência, conquistada em 1918 depois de mais de um século sob o domínio russo. A Letônia, de maioria luterana, celebra o centenário em novembro.

Os três países foram independentes até a Segunda Guerra Mundial. Eram chamadas de "repúblicas bálticas" no período em que integraram a União Soviética, que acabou em 1990-91. Em 2004 estas repúblicas assinaram a adesão à União Europeia e à Otan. O papa João Paulo II, natural da Polônia, visitou os três países em 1993.